Afiliado a:

Ações marcam Dia Internacional da Mulher

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, 08 de março, várias entidades governamentais e não governamentais promovem nesta semana ações em favor da saúde da mulher e contra a violência no estado do Pará.

A Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) faz programação com diversos serviços gratuitos. O evento será na quinta-feira (9), das 8h as 14h, no Centro Integrado de Inclusão e Cidadania da Pessoa com Deficiência (Ciic). Segundo o portal oficial do estado, “a ação também integra a campanha ‘Respeito às mulheres em suas diversidades’, lançada pelo Governo do estado e que objetiva esclarecer sobre os diversos tipos de violência às quais as mulheres estão expostas no dia a dia”.

O feminicídio é uma praga a ser combatida no Brasil, que registra a quinta maior taxa de crime contra mulheres do mundo, de acordo com a ONU Mulher. Outro problema é a discriminação no mercado de trabalho, onde mulheres recebem menos que homens mesmo executando a mesma tarefa. Médicas mulheres não têm direito à licença-maternidade integral e há casos de médicas lutando pelo direito pela via judicial. O Sindicato dos Médicos do Pará move ação em favor de uma médica que teve negada a licença maternidade de 180 dias a que teria direito.

No interior do estado, vários municípios terão debates sobre problemas relacionados à mulher. Em Castanhal, mulheres farão uma ação denominada “Uma onda feminista para além do batom e das flores”. Em Marabá, haverá palestra sobre a Lei Maria da Penha e em Barcarena, debate com o tema “Elas por Elas”.

Em Belém, a Prefeitura, em parceria com a Associação Amigos da Praça Brasil e outras instituições, oferecerá uma programação especial às mulheres a partir das 7h de quarta, 8. Um aulão de ginástica e de ritmos com professores da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) abre a programação.

Consultas com ginecologista e clínico geral, medição de glicose, glicemia e verificação da pressão arterial são serviços que serão oferecidos durante todo o dia.

ONG’s ligadas a movimentos feministas estão organizando um grande ato para amanhã em defesa dos direitos das mulheres e contra a reforma da previdência. A concentração está marcada para às 8h30 no Largo do Redondo, na avenida Nazaré com a Quintino.

Deixar um comentário