Afiliado a:

Agosto Dourado: mês dedicado ao incentivo à amamentação

A amamentação contribui para o desenvolvimento sustentável e reduz desigualdades sociais. Uma iniciativa que vale a pena!

A portaria 2.394/2009, institui a Semana Mundial da Amamentação (SMAM) no Brasil, estabelecendo a parceria entre o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) nas campanhas de promoção à amamentação. A portaria foi instituída com o propósito de cumprir as ações de proteção à saúde da criança e da mulher instituídas no Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal, de março de 2004.

A SMAM foi idealizada em 1992 pela WABA (World Alliance for Breastfeeding Action – Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno) e é realizada em mais de 150 países com o propósito de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno.

As campanhas da SMAM são um importante marketing capaz de aumentar os índices de aleitamento materno, reduzir a desnutrição, a morbidade, principalmente por infecções gastrintestinais e respiratórias, e a mortalidade infantil.

A mobilização da SMAM tem sido crescente a cada ano, contando com o apoio de secretarias estaduais e municipais de Saúde, de organizações não-governamentais, de organismos internacionais, de sociedades científicas, de hospitais Amigo da Criança, da Rede Nacional de Bancos de Leite Humano e de outros parceiros importantes.

O leite materno é o melhor alimento que um bebê pode receber nos seus primeiros anos de vida, sendo indicado até dois anos ou mais. Sua superioridade orgânica o torna de melhor digestibilidade, sendo o alimento mais completo para promover o crescimento e desenvolvimento infantil.

A amamentação, isoladamente, é a estratégia de maior impacto capaz de salvar a vida de cerca de 13% das crianças menores de 5 anos em todo o mundo por causas previníveis. O estímulo à amamentação exclusiva salva pelo menos 6 milhões de crianças por ano.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Pediatria
Rodrigo Carvalho – nutricionista, membro da Rede IBFAN Brasil / http://www.aleitamento.com/amamentacao/conteudo.asp?cod=1739

Deixar um comentário