Afiliado a:

Canaã pode ficar sem médicos

Médicos que trabalham na Secretaria de Saúde de Canaã dos Carajás já falam em abandonar seus postos de trabalho, pois em uma atitude que transgride a Constituição Federal, que em seu artigo 37 prevê a irredutibilidade salarial, o Executivo encaminhou uma minuta de Lei para a Câmara Municipal deste Município, modificando a legislação que trata do pagamento de plantões médicos, reduzindo o valor pago por plantão. O procedimento atende à decisão expressa na  Resolução 015 da Comissão Intergestores Regionais (CIR) Carajás, que abrange 17 municípios do estado, cujos municípios participantes decidiram uniformizar o pagamento de plantões médicos tomando como parâmetro o valor mais baixo praticado entre eles.

O Sindmepa espera que o Legislativo tenha o bom senso de não aprovar uma Lei que vai de encontro aos ditames constitucionais, pois além da ilegalidade que será votada ainda serão responsáveis pela perda de médicos, categoria profissional já carente na Região pelas péssimas condições de trabalho ofertadas.

Deixar um comentário