Afiliado a:

FMB encerra Conselho Deliberativo e finaliza notas sobre reformas trabalhista e da previdência

Durante os dias 16 e 17 de março, os dirigentes da Federação Médica Brasileira (FMB) e representantes de sindicatos de base, estiveram reunidos no Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), em São Paulo, quando trataram de vários temas que envolvem a atividade médica no país.

Além da celebração da publicação do Registro Sindical da FMB, os representantes médicos montaram o calendário de atividades da Entidade para 2017, bem como discutiram a forma de atuação da Entidade em relação à pauta médica.

“A emissão do Registro Sindical renovou nossas forças para darmos sequência ao trabalho que tem sido realizado por médicos dedicados à lida sindical em todas as regiões do país”, avalia Waldir Araújo Cardoso, presidente da FMB.

No primeiro dia de trabalho, o advogado Kleber Coelho, que assessora o Sindicato dos Médicos de Santa Catarina (Simesc) e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social de São Paulo (SINSSP), Pedro Totti, apresentaram os principais pontos da Reforma da Previdência. Nessa mesma data, a advogada Jacqueline Souza, do escritório que assessora a Entidade representativa dos médicos, apresentou o Projeto de Lei 6787/2016 e outras propostas, que tratam sobre a Reforma Trabalhista. Destes dois debates, a FMB finaliza duas notas, uma para cada tema, em que apresentará seu posiciomento sobre esses debates que têm gerado grande repercussão entre os médicos em todo o país.

Transparência

Um outro momento importante do Conselho Deliberativo foi a apresentação do portal transparência da FMB. Adozindo Neto e Humberto Monteiro explicaram sobre o site onde estarão disponibilizados à sociedade as informações da Federação. “Enquanto aguardamos a liberação do registro, trabalhamos nesse portal para que agora, legalmente constituídos, apresentamos nossa prestação de contas”, encerra Waldir.

Deixar um comentário