Afiliado a:

Novos médicos têm ação de acolhimento em Santarém

O diretor do Sindmepa, João Gouveia, participou na noite de segunda-feira (16), em Santarém, de uma ação de Acolhimento aos médicos recém-formados de 2010/2016 da Universidade Estadual do Pará (Uepa). Participaram doze dos quinze formandos, além de residentes que atuam nos hospitais do município.

Para explicar os benefícios sociais que o sindicato proporciona aos médicos associados, o diretor apresentou um vídeo institucional do Sindmepa e em seguida deu dicas práticas para quem vai se iniciar na vida profissional; Falou sobre a condição de perito ad hoc, situação que os jovens médicos desconhecem até sair da Faculdade; sobre a declaração de óbito e as questões que envolvem atestado médico.

IMG_20160516_201456463_HDR

Uma boa relação com o paciente e a família, priorizar a anamnese e exames físicos em detrimento de exames complementares, que devem ser feitos só em casos mais complexos, foram dicas repassadas aos jovens profissionais. Ter uma escrita legível, preencher corretamente os documentos médicos, evitar a medicina defensiva e seguir à risca o Código de Ética Médica, também são atitudes que ajudam o profissional médico ao longo de sua carreira, disse Gouveia.

Com relação à vida funcional, exigir condições adequadas de trabalho e contratos via CLT, com direitos trabalhistas garantidos são as condições ideais que devem ser buscadas pelos médicos, defendeu o diretor. Mas, diante da inevitável necessidade de trabalhar sem vínculo empregatício, o profissional deve sempre pesquisar o comportamento da empresa no mercado e recorrer ao Sindicato. “Procure ter plano de previdência, seguro de renda por incapacidade temporária, plano de saúde e assessoria jurídica”, finalizou o diretor do Sindmepa.

Foto: Tamara Saré/Ascom UEPA

Foto: Tamara Saré/Ascom UEPA

 

Deixar um comentário