Problemas da Santa Casa deverão ser alvo de reunião ampliada
Afiliado a:

Problemas da Santa Casa deverão ser alvo de reunião ampliada

O risco iminente de novas mortes evitáveis de bebês na nova maternidade Almir Gabriel, da Santa Casa de Misericordia, foi um dos temas em debate em reunião do Fórum Perinatal da Região Metropolitana I, realizada ontem, que discutiu a Atenção Obstétrica e Neonatal no Estado. Na ocasião, o representante do Sindmepa, João Gouveia, propôs a realização de uma reunião específica, ampla e urgente, de todos os envolvidos com a assistência perinatal e neonatal no Estado.

Os problemas envolvendo a superlotação da maternidade Almir Gabriel já foram comunicados ao Ministério Público Estadual por ofício do Sindmepa e precisam de providências urgentes. A falta de regulação, do funcionamento da rede Cegonha, que inclui outras maternidades no atendimento à especialidade, e a não realização de acompanhamento pré-natal nos municípios, emperra o funcionamento ideal do atendimento na Santa Casa. Sem retaguarda, a maternidade acaba sobrecarregada pela demanda do Estado, resultando em mortes que podiam ser evitadas. “Já denunciamos e vamos continuar chamando a atenção para o problema, que afeta médicos e a comunidade atendida”, ressalta Gouveia.

Durante a reunião, que aconteceu na Escola Técnica do SUS, o Sindmepa também propôs a realização de uma audiência pública para se discutir, com fundamentação científica, a questão cesariana versus parto normal, tema polêmico que tem dividido opiniões entre a comunidade médica.

Os diversos problemas envolvendo a Santa Casa e a atividade médica na instituição serão também tema de uma Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no Sindmepa, amanhã, às 19 horas.

 

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.