Afiliado a:

Saúde pública ibero-americana é debatida durante assembleia anual da CONFEMEL, no Chile

Teve início, hoje (19), a XVIII Assembleia anual da Confederação Médica Latino-americana e do Caribe (CONFEMEL), em Santiago, no Chile. A assembleia, que segue até dia 21, reúne 19 países para debater a saúde pública ibero-americana.

A abertura do evento foi feita pelo presidente da CONFEMEL, Carlos Janez, que agradeceu a participação dos mais de 100 credenciados que acompanham as atividades da Assembleia. Um destaque desta gestão apontado por Janez é a modificação na forma de comunicação da entidade, realizando melhorias na divulgação e mudanças no site da Confederação.

Representando o Sindicato dos Médicos do Pará, participa do evento, o diretor Waldir Cardoso. Para ele, a troca de informações e experiências entre os países fortalece a luta em defesa do médico e da saúde. “As ameaças ao exercício da medicina são comuns aos países da América Latina. O Mais Médicos, por exemplo, já havia sido experimentado na Venezuela e Bolívia. Sabíamos que corríamos este risco no Brasil. Por isso, apresentamos uma proposta de carreira de estado para médicos”, disse.

Dentre os temas debatidos estão: a reforma estatutária,  apresentada como pauta para votação em uma reunião extraordinária e a mudança de nomenclatura da Confederação, devido a entrada dos países Portugal e Espanha.

A entrada destes dois países foi votada na manhã de hoje, assim como foi aprovada também a participação do Sindicato dos Médicos de Pernambuco.

No final da reunião, Chile, Peru e Bolívia assinaram um acordo de solidariedade pela saúde dos povos da américa-latina e, especialmente, em defesa dos trabalhadores que laboram nas alturas e desenvolvem doenças específicas destas localidades.

“Todos os Colégios Médicos devem se unir. Temos que lutar em conjunto e deixar de lado as coisas que nos desuniram no passado. Os médicos devem ter por finalidade lutar pela saúde pública e pelo paciente da américa latina”, concluiu Enrique Paris, presidente do Colégio Médico do Chile.

Confira temas da Assembleia:

Programación del Trabajo Médico, rendimiento por hora y especialidad. | Dra. Rebeca Paiva, Depto. de Trabajo Médico. Colegio Médico de Chile.

Seguro de práctica médica en el Colegio Médico. Lo nuevo aprendido. | Dr. Sergio Rojas, FALMED, Chile.

Tuición Ética y Colegiatura obligatoria. Dr. Enrique Paris. Presidente Colegio Médico de Chile.

Desafíos y amenazas gremiales en latino-Iberoamérica | Dr. Luis Velozo, Secretario General, Colegio Médico de Chile.

Sistema Nacional de Salud en Uruguay pre y post reforma | Dr. Julio Trostchansky, Presidente Colegio Médico del Uruguay

Sistema Nacional de Salud: Modelo histórico chileno| Dr. Alejandro Goic

Coyuntura Internacional | Sociólogo, Sr. Lorenzo Carrasco, Brasil

Orden Internacional | Dr. Geraldo Ferreira, Brasil, Vicepresidente de CONFEMEL

Salud en el Mundo: Modelos asistenciales y financiamiento.

 

Com informações: Sinmed/RN

Deixar um comentário