Afiliado a:

Sindmepa Informa – 05.03.2017

SINDICALIZAÇÃO I

A Campanha de Sindicalização do Sindmepa já começou. Durante todo o mês de março, os médicos que se associarem ao sindicato poderão aderir ao plano de saúde Unimed sem nenhuma carência e com 50% de desconto. Isso sem falar nas outras vantagens, como a defesa médica na área jurídica, entre outras. Atualmente, o Sindmepa tem em torno de 1.400 médicos titulares e 3.100 usuários no plano de saúde Unimed. Venha para a Rede Sindmepa. Unidos somos mais fortes.

SINDICALIZAÇÃO II

Em 2016, o Sindmepa experimentou um recorde no número de sindicalizados. Cerca de 470 médicos se associaram ao sindicato e estamos próximos de 3 mil médicos sindicalizados. O número de médicos associados às delegacias sindicais criadas pelo Sindmepa em Altamira, Capanema, Castanhal, Itaituba, Marabá, Paragominas, Parauapebas, Redenção, e Tucuruí também tem crescido. Pode-se dizer que isto é um reflexo do trabalho desenvolvido nas lutas em prol da saúde e da medicina e dos benefícios sociais prestados pelo sindicato. Um bom plano de saúde, uma boa assessoria jurídica e contábil são tudo o que o médico precisa, além de um sindicato forte para lutar pelos direitos dos médicos e contra a exploração da categoria.

IASEP

Na última reunião no Ministério Público, o Iasep se comprometeu que após a aprovação na Assembleia Legislativa sobre o aumento da contribuição do funcionário, quitaria gradativamente suas pendências com os prestadores de serviço, e para isso, organizaria uma reunião com o Sindmepa. Até o momento, nem a reunião com o sindicato aconteceu e nem as dívidas foram quitadas. O Sindmepa irá procurar mais uma vez o MP para que médicos tenham seus honorários pagos.

VIOLÊNCIA

Os resultados do período carnavalesco em termos de violência e mortes no trânsito nos leva a crer que em poucos anos, estas deverão ocupar o primeiro lugar em mortes no Brasil. Não há apenas uma sensação de impunidade, mas uma plena certeza, pois a violência se banalizou de tal forma que não se percebe uma sensibilidade nem das autoridades e nem da população para evitar que elas aconteçam. Hoje no Brasil se morre mais de causas externas que todas as guerras no mundo.

FARSA

A farsa dos médicos cubanos continua a pleno vapor, beneficiando a Opas e alguns políticos que defendem essa causa e trazem prejuízo à saúde pela má qualidade do serviço prestado. Sem falar no número desenfreado de escolas médicas que estão sendo criadas, já começamos a presenciar o desemprego de médicos brasileiros em detrimento da contratação de pseudos-médicos cubanos. Uma investigação nos moldes da Lava Jato seria também devastadora.

PEJOTIZAÇÃO NÃO

Mais uma derrota da pejotização. A justiça do trabalho de Araraquara (SP) acolheu denúncia do MPT contra o Centro de Apoio aos Desempregados de São Paulo (Cadesp) por manter funcionários da Maternidade Gota de Leite contratados via pessoa jurídica. A ação civil pública apontou que a empresa não recolhia INSS e FGTS dos seus funcionários. A juíza condenou o réu proceder o registro de contrato de trabalho de todos os seus empregados e não mais praticar a pejotização, “fraude trabalhista para ocultação da condição de empregador”. Palmas para a justiça de Araraquara.

SMCP SAÚDE

A Sociedade Médico-Cirúrgica do Pará relançou a revista SMCP Saúde com matérias que contam a história de mais de 100 anos da mais antiga entidade médica do Pará. O Sindmepa parabeniza a SMCP pelo relançamento.

 

Deixar um comentário