Afiliado a:

Sindmepa Informa – 08.05.2016

 SEM AMBULÂNCIAS

Em Capanema, como se já não bastassem todos os problemas estruturais envolvendo a saúde, agora mais uma novidade: as duas ambulâncias que servem ao município estão quebradas. Desde janeiro, quando diretores do Sindmepa promoveram visita técnica ao município, diversos problemas foram constatados. Vão desde falta de materiais, insumos e manutenção, até irregularidades trabalhistas denunciadas na UPA. A saúde em Capanema que já era um caos agora é o caos ao quadrado. Valha-nos quem?

VACINAR É PRECISO

Está marcada para a próxima quinta, 12, a campanha de vacinação contra a gripe H1N1 na sede do Sindmepa. A vacina será disponibilizada para médicos e pessoas no grupo de risco preconizado pelo Ministério da Saúde, que inclui idosos, gestantes e portadores de doenças crônicas. Venha se vacinar e aproveite para lanchar conosco. O atendimento começa a partir das 9h. Teremos 150 doses da vacina, portanto a vacinação acaba na hora que terminar.

GREVE NA SESMA

O Sindmepa encaminhou ao prefeito pedido de audiência para negociar reajustes de salário e plantões extras. Mas, pelo andar da carruagem, com obras na prefeitura “devagar quase parando”, o prefeito deve querer seguir a moda do governador, falando em austeridade agora e causando perdas importantes na remuneração. Médicos da Sesma devem ficar a postos e alertas, pois a possibilidade de greve vai ser maior diante dos congelamentos de abonos, plantões extras e remuneração, variando de três a onze anos. Sem falar que hoje a prefeitura de Belém é a única no Brasil a pagar o salário-base para o nível elementar, médio e superior no mesmo valor de R$ 788,00, ou seja, abaixo do salário mínimo vigente.

CEHM

A Comissão Estadual de Honorários Médicos (CEHM) voltou a negociar com os planos de saúde reajuste de honorários. Para isso, conta com o apoio das sociedades e cooperativas de especialidades para acabarmos com abusos e conseguirmos implementar a CBHPM em vigor e a assinatura de contrato com garantia de todos os direitos previstos em lei com o reajuste anual. Vamos à luta.

MELHOR PREVENIR

A maioria absoluta dos médicos, hoje, no estado do Pará (em torno de 70%), naõ tem garantido seus direitos trabalhistas, seja pelo regime estatutário ou celetista, não tem direito nem a adoecer, tem de, no mínimo, se precaver com plano de saúde, previdência privada, seguro de renda por incapacidade temporária e uma boa assistência jurídica para evitar calotes. Tudo isso temos no Sindmepa por preços acessíveis. É melhor prevenir do que remediar.

HONRA AO MÉRITO

A Câmara Municipal de Belém realizou Sessão Especial no último dia 5 para comemorar o Dia do Oftalmologista. Nosso diretor, Maurício Vulcão, representou o Sindmepa e recebeu o Diploma de Honra ao Mérito, junto com outros nove oftalmologistas do estado. Vulcão também representa o Sindmepa nas ações do Fórum de Defesa dos Animais, que promoveu palestra no último dia 30 abordando a violência contra os animais.

 

 

 

 

 

 

Deixar um comentário