Afiliado a:

Sindmepa Informa – 18.03.2018

CAMPANHA

O Sindmepa está em campanha para levar a mais médicos os benefícios de ser sindicalizado. Quem se associa neste mês pode aderir ao plano de saúde da Unimed sem carência. Ou seja, com direito imediato a todos os benefícios disponibilizados pelo Plano, inclusive cirurgias e internação. Tem ainda, entre outras vantagens, acesso à assessoria jurídica e uma rede de parceiros em vários segmentos de produtos e serviços, com descontos que vão de 5% a 50%. Quem ainda não é associado pode fazer a adesão pelo site ou seguindo a orientação de nossos posts nas redes sociais, além do atendimento presencial em nossa sede.

CINETEATRO

Fragmentado é o filme que estará em cartaz nesta terça-feira (20), no Cineteatro Sindmepa. Do diretor M. Night Shyamalan, o filme conta a história de um personagem com transtorno dissociativo de identidade. Um drama psicológico de tirar o fôlego. A programação do Cineteatro acontece todas as terças-feiras, com sessão às 19 horas, na Boaventura, 999. Entrada gratuita.

SEM APOSENTADORIA

Mais de 100 médicos vinculados à Secretaria Estadual de Saúde (Sespa) estão aguardando indefinidamente pela sua aposentadoria. A Sead e o Igeprev criam entraves burocráticos que impedem os médicos do exercício dos seus direitos.  Reunimos com a Sespa para tratar do assunto e agora solicitamos uma audiência conjunta com a Procuradoria do Estado, Sead e Igeprev para tentar resolver, amigavelmente, a situação. Se não houver solução, vamos à Justiça.

BOLETIM DA SAÚDE

A Fundação de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) divulgou esta semana os números do Boletim da Saúde de 2017. Em uma mesa redonda realizada em parceria com o Sindmepa, foram analisados os números e as possibilidades de melhoria do sistema. Ainda estamos bem longe de uma saúde pública ideal, mas pelo menos a cobertura da Atenção Básica no Pará teve um incremento e a mortalidade infantil continua registrando queda. O triste são os dados relativos à mortalidade materna, que ainda estão em alta, e constata-se um número elevado de mulheres que não fazem nenhuma consulta pré-natal.

FEBRE AMARELA

Apesar de área endêmica no Pará, particularmente em Belém, está havendo dificuldade para vacinação contra febre amarela da população com mais de 60 anos. Quem precisa viajar para o exterior e tem que apresentar o comprovante de vacinação às autoridades sanitárias lá fora, sofre com a grande burocracia envolvendo a questão.

 

 

Deixar um comentário