Sindmepa Informa – 20.05.2018
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 20.05.2018

MAIS UMA VITÓRIA

O Sindmepa comemora mais vitórias na defesa de nossa categoria em ações jurídicas. De janeiro a abril deste ano, foram 100% de vitórias nas 19 ações acompanhadas por nossa assessoria. E, mais recentemente, a Justiça acaba de julgar improcedente ação interposta por um Conselho de classe contra veiculação de nosso programa de TV que discutia o exercício profissional. Ganhamos mais essa.

PARCERIA CULTURAL

O Sindmepa fechou parceria cultural com o cineasta Eduardo Souza, diretor do filme Olhos D’água, um longa metragem que mostra a origem do cinema na Amazônia e foi financiado pelas leis Rouanet e Tó Teixeira. A parceria visa encontrar patrocinadores de projetos culturais na área de áudio visual via Lei Tó Teixeira. Para se tornar um financiador do projeto e usufruir de publicidade gratuita a empresa só precisa autorizar a aplicação de até 20% do ISS para projetos culturais. Nós apoiamos essa iniciativa e recomendamos aos nossos parceiros que façam o mesmo.

CONVENÇÃO COLETIVA

Já está firmado o acordo coletivo de trabalho dos médicos para 2018 com o Sindicato dos Estabelecimentos de Saúde. O reajuste salarial será de 3%, cobrindo as perdas inflacionárias do período e, para quem é remunerado pelo piso salarial, o piso foi para R$ 3.250. É bom lembrar que todas as cláusulas sociais da convenção coletiva foram mantidas.

NÃO ÀS OS’s

Saiu no Diário Oficial do Estado convocação de OS’s da área de saúde para gerenciar o hospital Abelardo Santos. Fica o nosso protesto contra a terceirização deste importante hospital, que atende a população de Icoaraci e adjacências. Com o gerenciamento via OS, provavelmente funcionará de porta fechada, ou seja, selecionando pacientes que representem maiores lucros para a empresa e explorando os médicos que vão trabalhar sem carteira assinada.

GHOST

Na próxima terça, o cineteatro do Sindmepa apresenta o filme A Ghost History, de David Lowery, sobre a história de um homem morto recentemente que retorna para casa como fantasma para tentar reconectar-se com sua esposa. O filme discute a solidão da perda e a existência, e o seu protagonista Casey Affleck ganhou o Oscar de melhor ator de 2017. Foi considerado por alguns críticos como o melhor filme do ano passado, mas não passou no Brasil. A sessão é às 19h, na Boaventura, 999. Entrada franca.

Deixar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.