Afiliado a:

Sindmepa Informa – 22.01.2017

PRONTUÁRIO 

A julgar pela adesão dos municípios paraenses, a curto prazo não vemos como será implementado no Sistema Único de Saúde (SUS) o prontuário eletrônico proposto pelo Ministério da Saúde. Dos 144 municípios, somente quatro responderam positivamente à consulta do MS se já possuem prontuário em todas as suas unidades de saúde. Ainda assim, de forma parcial.

CALOTE CAPANEMA 

Médicos da prefeitura de Capanema não receberam o mês de dezembro. O calote inclui médicos do Programa Estratégia Saúde da Família e da UPA, além de enfermeiros e dentistas. A nova gestão já foi demandada mas informa que desconhece a dívida, enquanto a equipe que deixou a prefeitura garante que foi feito o empenho para o pagamento. A assessoria jurídica do Sindmepa vai encaminhar as providências cabíveis.

POPULAR 

Se por um lado as medidas restritivas do Ministério da Saúde para o programa Farmácia Popular são positivas por reduzirem as possibilidades de fraudes, por outro são negativas, porque ferem o direito individual dos pacientes fora da faixa etária estabelecida para usufruir dos descontos em medicamentos. O MS precisa encontrar um ponto de equilíbrio para não mirar nos bandidos e acertar os mocinhos da história. Só uma dica.

RESTRIÇÃO DE ATENDIMENTO

A equipe da clínica médica do hospital de urgência e emergência Augusto Chaves comunicou formalmente à direção, no último dia 16, que vai reduzir o atendimento para 30% da demanda. A equipe continuará composta por quatro médicos em cada turno de trabalho, no entanto o atendimento será restrito aos pacientes em risco iminente de morte. A decisão veio em função do não cumprimento, por parte da direção do hospital, de acordo de pagamento de salários atrasados desde novembro.

SAMBA E SAÚDE 

A ajuda da prefeitura de um milhão de reais para as escolas de samba, no carnaval, daria para acabar a reforma do hospital do Mosqueiro, ou o anexo do HPSM do Guamá, ou concluir a UPA do Jurunas, ou ainda as reformas de algumas US, entre outras coisas. O Sindmepa protesta contra esta iniciativa da prefeitura, que, por incrível que pareça, sem recursos, como alega o prefeito Zenaldo Coutinho, prioriza a diversão, com samba, chuva, suor e cerveja, em detrimento da saúde da população belenense.

TEMPORÁRIOS 

O Governo do Estado anunciou esta semana que fará três Processos Seletivos Simplificados para ocupação de vagas para saúde, abrindo mão da realização de Concursos Públicos. A prática de convocar temporários tem se repetido desde o final do ano passado. Os contratos preveem contratação imediata por um período de 12 meses.

 

 

Deixar um comentário