Afiliado a:

Sindmepa Informa – 26.06.2016

CALOTE IASEP

O Iasep, apesar de estar dando calote há oito meses nos médicos, continua contratando para prestação de serviços, agora em Santarém. O Sindmepa alerta: é problema na certa. Já denunciamos o plano ao MPE, na Promotoria de Defesa do Consumidor que marcou reunião para o próximo dia 29 para tratar do assunto, pois os usuários já estão tendo muita dificuldade no atendimento.

INFLAÇÃO

O Sindmepa está convocando os médicos dos Hospitais Particulares para em Assembleia, no próximo dia 28, avaliar a proposta de reajuste do sindicato patronal (Sindesspa). Este ano o reajuste não contemplou a inflação do período e os médicos vão deliberar se aceitam ou não a proposta.

ICOARACI

No próximo dia 28, no auditório do Ministério Público temos audiência na Promotoria de Justiça e Defesa do Consumidor para tratar da assistência médica dos moradores de Icoaraci. O Sindmepa vai apresentar manifestação contrária à tentativa de fechamento da urgência e emergência do hospital São Lucas, arrendado pela Sespa para substituir o atendimento do Abelardo Santos, que não tem prazo de conclusão, portanto seria um crime contra a população seu fechamento. Isto porque a UPA de Icoaraci, sozinha, não tem condições de dar atendimento à população do distrito. Além do mais, no São Lucas pretendem tirar os plantonistas da clínica médica mantendo somente pediatria e obstetras.

ANANINDEUA

Mais uma vez, médicos de Ananindeua denunciaram a falta de condições de atendimento nas Upas do município. Falta de tudo. De plasil à fita de glicemia e até papel higiênico. A Sesau diz que faz a reposição dos medicamentos, mas ainda não entendeu que o estoque é insuficiente, pois as Upas têm atendimento acima de sua capacidade. E para completar, outras duas Upas que serão inauguradas não têm garantia de funcionamento. O governo federal já avisou que não vai financiá-las e a prefeitura diz que também não tem recursos. Quem vai pagar o prejuízo?

DESAPARECIDOS

O CFM e o CRM-Pa promoveram, no último dia 23, em Belém, ato público em Busca e Defesa da Criança Desaparecida que contou com a presença do presidente do CFM, Carlos Vital, e do idealizador da iniciativa, Ricardo Paiva. No Pará, de janeiro a junho deste ano 118 crianças e adolescentes desapareceram. Destes, 88 foram resgatados. A denúncia nas primeiras 24 horas é decisiva para o sucesso do resgate. Mais informações no site: www.criançasdesaparecidas.org

ORTOPEDISTAS DO SUS

Em nova rodada de negociações, esta semana, para discutir os honorários pagos pela Sespa aos ortopedistas de clínicas particulares de Belém que atendem ao SUS, a Secretaria decidiu manter os valores que são pagos atualmente à especialidade até o mês de agosto, quando haverá nova reunião para discutir o assunto. A Sespa havia anunciado que iria reduzir os valores repassados aos ortopedistas, o que não foi aceito pela categoria. Em nota publicada na semana passada, dissemos que havia sido fechado um acordo em que os dez municípios que mais demandam Belém arcariam com a diferença que seria reduzida pela Sespa. Na verdade, essa é a proposta que defendemos, e que o Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) ficou de estudar.

 

 

 

Deixar um comentário