Afiliado a:

Sindmepa recebe evento em comemoração ao Dia Internacional do Idoso

Conhecer e refletir sobre os direitos dos idosos, esse foi o objetivo do evento realizado na manhã desta quinta-feira, 01, no auditório do Sindmepa. Idealizado pelo Conselho Estadual de Direitos da Pessoa Idosa (CEDPI/PA), órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), com o apoio do Sindmepa, o evento faz alusão ao Dia Internacional do Idoso e aos doze anos de implantação do Estatuto do Idoso no país, ambos comemorados hoje, 1º de Outubro.

Duas palestras foram apresentadas ao público: “Gratuidade no Transporte Coletivo, ministrada por Marilza Paraense, da Arcon e “Direitos dos Usuários da Saúde”, ministrada pela ouvidora da Sespa, Andrea Nunes Costa. Ao final do evento uma apresentação de Tai Chi foi feita por um grupo de idosos da UMS do Conjunto Maguary.

DSC_0079

Grupo de idosas apresentando dança no estilo Tai Chi

O diretor do Sindmepa, João Gouveia, participou da mesa de abertura do evento e falou da satisfação em receber os idosos e parabenizou-os pelo seu dia. “Vocês estão de parabéns por estarem aqui realizando, acima de tudo, um exercício de cidadania”, frisou Gouveia.

Para a presidente do CEDPI/PA, Vera Lopes, a satisfação de poder estar realizando o evento era grande. “Estamos muito felizes por estarmos aqui no Sindmepa que vem mostrando interesse à nossa causa e nos dando o apoio necessário para lutarmos por nossos direitos”, ressaltou Vera.

Mais de 70 idosos do grupo Vida Ativa, da Secretaria de Estado, Esporte e Lazer (Seel), e do grupo de idosos da UMS do Conjunto Maguary, participaram do evento, que tinha como tema central “Saúde e Transporte”, as principais reclamações da categoria, segundo Vera Lopes.

que segundo Vera Lopes, são as principais reclamações da categoria.

“Nós, idosos, somos muito desrespeitados nesses dois quesitos. São tantas violações quanto aos nossos direitos e omissões por parte da população e do poder público. Por isso, hoje é um dia de comemoração e conscientização, principalmente pelos doze anos de criação do Estatuto do Idoso, que foi, e continua sendo, uma vitória para a nossa categoria”, ressaltou Vera.

Para ela maior dificuldade enfrentada pelos idosos está no desrespeito da própria família. “Infelizmente a maioria dos idosos tem presenciado violações de seus direitos dentro de sua própria casa e por entes queridos. É uma triste realidade que estamos tentando mudar, fazendo com que esses idosos tenham conhecimento dos seus direitos e lutem por eles”, lamentou a presidente.

De acordo com o diretor do Sindmepa, João Gouveia, o Brasil caminha para ser um país de idosos, mas que ainda precisa se preparar, e muito, para isso. “Hoje, a expectativa de vida dos brasileiros está em torno dos 74 anos. Estamos caminhando para sermos um país de idosos, mas, nem o sistema público de saúde, nem outros órgãos do governo estão preparados para dar a estrutura necessária que a categoria precisa”, destacou Gouveia.

O diretor alertou ainda o público que a qualidade de vida não depende somente de políticas públicas, mas de atitudes individuais envolvendo hábitos saudáveis como uma boa alimentação e exercícios físicos que não devem ser colocados de lado. Por fim, o diretor colocou o Sindmepa à disposição da categoria para acolhê-los sempre que for necessário nessa luta em defesa dos direitos dos idosos.

Deixar um comentário