WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Médicos da Santa Casa querem fim da pejotização e garantias de direitos trabalhistas

0

Médicos da Santa Casa reunidos em Assembleia Geral na noite desta quinta-feira, 02, decidiram que vão lutar contra os contratos via Pessoa Jurídica, a terceirização do hospital e pela garantia dos direitos trabalhistas dos profissionais de saúde, com a realização de concurso público para médicos do hospital.

Além da manutenção dos contratos que já estavam autorizados até janeiro de 2021, eles defendem a prorrogação dos contratos vigentes, que estão próximos a ser encerrados, devido a possibilidade iminente de adoecimento dos contratados, em virtude de pandemia da Covid 19, já que o Pará é um dos estados com maior índice de adoecimentos e óbitos de médicos em consequência da pandemia.

Outra decisão da Assembleia foi a de cobrar do Estado regularização da GAC (Gratificação de Alta Complexidade) como forma de valorizar o trabalho especializado que realizam na maternidade de alto risco da Santa Casa.

A AGE dos médicos da Santa Casa teve como foco principal a discussão do distrato de 32 ginecologistas, proposto pela presidência da Casa e posterior contratação dos mesmos como Pessoa Jurídica, sem direitos trabalhistas. A proposta inicial da direção do hospital foi revista, após negativa dos médicos e do Sindmepa, que não concordaram com a manutenção de apenas 12 médicos ginecologistas pelos contratos firmado via PSS (com direitos trabalhistas).

Entre os participantes da reunião foi unânime a opinião de que a realização de concurso público é a melhor saída para os problemas da Santa Casa, já que o último certame aconteceu há 12 anos, em 2008.
Ficou acertado que o Sindmepa vai solicitar uma reunião ampla com a presidência com o objetivo de discutir as propostas aprovadas na Assembleia.

Além de médicos concursados e não concursados, participaram da Assembleia os diretores do Sindmepa Wilson Machado, Waldir Cardoso, Vilma Hutim, Emanoel Resque, Paulo Bronze e Leucy Paz.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará