sex

jul 19, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

sex

jul 19, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

FMB divulga Carta de Belém com foco em Formação Médica

A Federação Médica Brasileira divulgou nesta quarta-feira (10), a Carta de Belém, documento oficial com os encaminhamentos firmados no 1º Congresso Acadêmico Sindical da FMB, organizado pelo Sindicato dos Médicos do Pará, nos dias 28 e 29 de junho, em Belém. Representantes sindicais e acadêmicos ligados à Federação se reuniram na sede do Sindmepa para debater formação médica, direito médico, bioética e exame de proficiência. Os encaminhamentos detalhados no documento foram deliberados durante a plenária de encerramento do evento.

Leia a carta de Belém na íntegra:

NUCLEOS ACADÊMICOS

  • Recomendar maior participação das entidades estudantis por meio de núcleos acadêmicos subsidiados pelos sindicatos de médicos da FMB como forma de fortalecer o movimento médico sindical e o movimento estudantil médico.
  • A FMB se compromete em incentivar seus sindicatos de base a criarem núcleos acadêmicos como forma de fortalecer o movimento estudantil.

FORMAÇÃO MÉDICA: AVALIAÇÃO DE ESCOLAS MÉDICAS

  • Recomendar à FMB que aprofunde a discussão sobre a formação e avaliação das escolas médicas levando em conta seus quadros docentes, estrutura e currículo para formação dos estudantes.-Os acadêmicos alinham-se à decisão da FMB de ser contra a abertura de novas vagas e escolas médicas, entre outros pontos, conforme definido no Encontro Nacional de Entidades Médicas (Enem 2023).
  • Sugerido que o Sistema de Avaliação de Escolas Médicas (SAEME-CFM) seja o obrigatório para avaliar as escolas uma vez que “o processo utiliza os conceitos desuficiência e insuficiência, não sendo classificatório. O sistema permite ainda identificação de áreas ou aspectos de excelência educacional e de áreas que necessitem de aprimoramento”.
  • Os acadêmicos decidem apoiar a proposição definida no Encontro Nacional deEntidades Médicas (Enem 2023), sobre avaliação progressiva, a saber: “Um exame de avaliação progressiva dos estudantes de medicina durante a graduação –com provas aplicadas no segundo ano, no quarto ano e ao término do curso – deve ser conduzido em nível nacional, em processo coordenado por entidade externa à escola e sem prejuízo de avaliações internas por ela realizadas, de forma que os alunos em fase de conclusão que não atingirem a pontuação mínima exigida, não possam receber seu diploma, mas tenham de sua escola apoio acadêmico até a superação dessa etapa”; e sugere que devam ser consideradas as especificidades regionais e ocorrer sob coordenação do Ministério da Educação e seu resultado divulgado para conhecimento da população. As escolas que reiteradamente tiverem resultado insuficiente na avaliação deverão receber sansões progressivas até o fechamento do curso de medicina.
  • Abrir debate por meio de audiências/reuniões em parceria com os dirigentes sindicais e demais entidades médicas, com os envolvidos na tramitação do Projeto de Lei 2294/2024, que altera a Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, que dispõe sobre os Conselhos de Medicina e dá outras providências, para instituir o Exame Nacional de Proficiência em Medicina, como forma de fazer os estudantes serem ouvidos e se tornarem os protagonistas da discussão sobre as avaliações dos cursos de Medicina; e ampliar o debate da criação deste exame considerando com este processo, inevitavelmente, fará surgir cursinhos preparatórios com impacto na condição financeira das famílias.

VISIBILIDADE ESTUDANTIL

  • Incentivar os sindicatos a ampliarem a divulgação dos núcleos acadêmicos e suas atividades, bem como, estes, divulgarem as ações da FMB e de seus sindicatos de base, na criação de uma aliança de fortalecimento da categoria desde a formação acadêmica.

Ficou definido que a cidade de João Pessoa, na Paraíba, será a sede do 2º Congresso Acadêmico Estudantil da FMB, a ser realizado no segundo semestre de 2025, em data e horário a ser confirmados.

Por fim, os signatários dessa Carta reafirmam incondicionalmente a defesa de umaMedicina com qualidade, condições de trabalho digno para o médico e carreira médica com salário compatível com a sua formação e respeito à formação médica com atenção aos itens citados anteriormente.

Belém, 29 de junho de 2024.
Federação Médica Brasileira – FMB
@portalfmb

Nossos Sindicatos de Base:

REGIÃO SUL

-SIMEPAR @simepar_med

-SIMERSUL @simersul

-SIMERS @simersoficial

-SIMERG-SIMESC @simesc_med

-SINDOMED

REGIÃOSUDESTE

-SINDIMEDCAMPINAS @sindimedcampinas

-SINDMED

–GRANDE ABC @casadosmedicosabc

-SINDMEDICOS

-SINMED-MG @sinmedmg

-SINDMEDNM @sindmednm

-SINMED-RJ @sinmedriodejaneiro

-SIMESUL

REGIÃO CENTRO-OESTE e DISTRITO FEDERAL

-SIMEA @simea.oficial

-SINDMED-DF @sindicatodosmedicosdodf

-SIMEGO @simego_oficial

-SINDMED-MT @sindimed.matogrosso

-SINMED-MS @sinmedms

REGIÃO NORTE

-SINDMED-AC @sindmedac

-SIMAP-SIMEAM @simeamoficial

-SINDMEPA @sindmepa

-SIMERO @simero.oficial

-SIMED-RR @simedrr

-SIMED-TO @simedto

REGIÃO NORDESTE

-SINMED @sinmedalagoas

-SIMEC @sindicatodosmedicosdoceara

-SIMEDPB @simedpb

-SIMEPE @_simepe

-SINDIMED-SE @sindimedsergip

Veja mais

Mais populares: