WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 07-04-2013

0

ÁLCOOL E DROGAS

A criação de uma rede integrada envolvendo as esferas federal, estadual e municipal para o combate ao problema da dependência de álcool e drogas foi a solução defendida pelo médico João Gouveia em sessão especial na Câmara Municipal de Belém, nesta semana. Junto com o também diretor do Sindmepa, Hilmar Tadeu, Gouveia disse que só com atendimento multidisciplinar e multiprofissional, com o uso da razão e não da emoção, será possível se combater esse mal. A sessão, que homenageou também o Dia Mundial da Saúde, foi requerida pelo vereador médico, militante da causa da saúde, Chiquinho, e pela vereadora Ivanize Gasparim.

DIA MUNDIAL DA SAÚDE

A comunidade médica tem muito pouco a comemorar neste domingo, dedicado ao Dia Mundial da Saúde, já que no Brasil a política de saúde continua voltada à doença e não à prevenção e à promoção da saúde. As instalações precárias, falta de política adequada de valorização do serviço público, com concurso público e plano de carreira; e privatização da saúde, com a precarização do trabalho, como se o serviço privado fosse bom e barato e o público, caro e ineficiente. Com esse cenário, o que comemorar?

VISITA À UMS DE OUTEIRO

Visita técnica realizada pelo Sindmepa à Unidade de Saúde de Outeiro, na última segunda-feira, identificou problemas semelhantes ao quadro geral já encontrado em outras unidades e hospitais públicos de Belém e do Estado. Além da parte física sucateada, a unidade não conta com suporte de médicos suficientes para a demanda da ilha. Médicos estão sobrecarregados e não há uma política de atração de novos profissionais para a Unidade. Com mais de 70 mil pessoas, falta atenção do poder público municipal para os graves problemas de saúde vivenciados no distrito.

ALTAMIRA

O diretor do Sindmepa, Waldir Cardoso, colocou o mandato como conselheiro do CNS à disposição do município de Altamira para um esforço conjunto de ampliação dos recursos da saúde para o município. Em visita à Altamira nesta semana, o conselheiro ouviu de autoridades e profissionais da saúde locais que é iminente o risco de um colapso na área da saúde no município em função do aumento populacional por conta de Belo Monte. Já houve um crescimento na população de quase 20% e há previsão da chegada de mais 15.000 pessoas para o lugar, em breve, sem qualquer benefício na infraestrutura dos serviços básicos disponíveis na cidade, não só na área de saúde, mas também de saneamento e outros.

SANTARÉM

O Sindmepa está investigando irregularidades nos Programas de Residência Médica que funcionam em Santarém. Já acionamos a Comissão Estadual e Nacional de Residência Médica e, em breve, chegaremos à reitoria da UEPA, responsável pelos programas.

CALOTE EM BRASIL NOVO

Quatro médicos do programa Estratégia Saúde da Família do Município de Brasil Novo não receberam os salários de dezembro. A nova Secretária Municipal de Saúde, na maior cara de pau, disse que não vai pagar. Depois reclamam que os médicos não querem ir para o interior do Pará. Estamos preparando o ranking dos municípios mau pagadores. Aguardem.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará