qua

maio 22, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

qua

maio 22, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Sindmepa Informa – 19.10.2014

UPAs NO PARÁ

A construção de UPAs no Pará segue a passos lentos com inúmeros problemas nas licitações deixando obras paradas por longo tempo e não pode servir para desculpas no avanço da atenção básica, que é fundamental. Sem qualquer infraestrutura, funcionam com equipes incompletas e com precarização nas relações trabalhistas, o que pode transformar estas importantes unidades de urgência/emergência em meros postos de saúde, como já está acontecendo em alguns municípios.

FISSURADOS

Estamos recorrendo ao MPE e ao CES para conseguir a melhoria da infraestrutura de atendimento do serviço de fissurados do Hospital Ophir Loyola, que a cada dia vem perdendo qualidade com o aumento da demanda reprimida. Houve uma tentativa de implantação do serviço no hospital Bettina Ferro, da UFPA, mas apesar da boa vontade da direção e da Sespa, concluiu-se que, a curto prazo, essa transferência não seria possível.

MÉDICOS E AS ELEIÇÕES

Em todo o Brasil, 603 médicos disputaram as últimas eleições, para cargos eletivos, inclusive o de presidente da República. Foram eleitos 49 deputados federais e sete senadores. É muito importante continuarmos participando de disputas por cargos eletivos, onde temos possibilidades de promover as mudanças necessárias para melhorar a qualidade da atenção à saúde da população, além das lutas corporativas da categoria. No Pará, pelo menos cinco deputados estaduais são médicos. Parabéns aos nossos colegas eleitos e reeleitos.

SINDMEPA BALANÇO

Um balanço parcial do atendimento do Sindmepa até esse momento, em 2014, mostrou que 309 médicos estão sendo atendidos pela assessoria jurídica, 1.041 aderiram ao plano de saúde corporativo, a preços bem acessíveis em relação ao mercado, e 74 se associaram ao plano odontológico, enquanto 49 fizeram plano de previdência privada complementar com parceiros do Sindmepa, bem mais vantajoso que planos abertos de bancos privados. Isso mostra nossa preocupação, não só com a luta por melhores condições de trabalho, remuneração digna, PCCR, carreira de estado, mas também outros benefícios sociais importantes.

LIGAS ACADÊMICAS

Em sua política de relacionamento com os estudantes de medicina, e por considerar importante a atuação das ligas acadêmicas para a organização da categoria, o Sindmepa tem dado apoio a diversos eventos promovidos por essas entidades. Neste mês, estamos apoiando eventos das ligas de Cirurgia, Endocrinologia, Otorrinolaringologia, Cirurgia de cabeça e pescoço, Radiologia e Gerontologia, além de uma turma de medicina da UEPA. Nossos parabéns aos acadêmicos que têm mostrado desde já espírito de união e, com certeza, em breve, estarão reforçando nossos quadros militantes.

RESPEITO E VALORIZAÇÃO AO MÉDICO

Sábado foi o Dia do Médico e, apesar de todos os ataques que temos recebido, não podemos nos deixar abater. Precisamos resgatar a auto-estima, continuar a luta por melhores condições de trabalho, piso salarial, plano de cargos e carreira de estado. Se posicionar firme contra o veto ao Ato Médico, o malfadado Mais Médicos, tentativa de intervenção nos conselhos e associações de especialidades, a degradação do ensino médico, entre outras barbaridades. Nestas eleições, ainda há tempo de votar por mais respeito e valorização da profissão. Pense nisso.

 

Veja mais
Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

José Maria Bezerra volta à Quarta Musical do Sindmepa com o show “Através do Tempo”, título do álbum lançado em março deste ano. O músico apresentará o repertório autoral em

Sindmepa Informa – 18.09.2023

Sindmepa Informa – 18.09.2023

PARALISAÇÕES Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades novamente por atraso de pagamento. O último repasse

CFM atualiza termos para publicidade médica

CFM atualiza termos para publicidade médica

Após processo que durou mais de três anos, o Conselho Federal de Medicina atualizou as regras de publicidade médica. Para definir as novas diretrizes foi realizada uma consulta pública, que