ter

abr 23, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

ter

abr 23, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Nota de Repúdio

Os médicos do Estado do Pará, REPUDIAM publicamente a conduta abusiva de alguns Delegados de Polícia Civil que de forma desrespeitosa e violenta estão detendo e retirando de seus locais de trabalho estes profissionais, principalmente quando contestam as condições de nomeação para funcionarem como peritos em inquéritos policiais.

Os médicos sabem do dever profissional de funcionarem como peritos onde não houver IML e reconhecem a obrigação em favor do Estado e da sociedade, mas, não podem ser constrangidos a aceitar a imposição tendo que abandonar seus pacientes, abandonar plantões em Urgência e Emergências, quebrar sigilo profissional, bem como, realizar exames periciais para os quais não estão habilitados. Ademais, na maioria das vezes as nomeações não são formais e vem desacompanhada dos quesitos que precisam ser respondidos.

O SINDMEPA tem se pronunciado sobre o assunto e buscado equacionar de forma amistosa a situação, inclusive já tendo provocado e participado de mais de quatro reuniões com instituições do estado, mas, até o presente momento aguarda retorno para as propostas de conciliação encaminhadas.

Veja mais
Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

José Maria Bezerra volta à Quarta Musical do Sindmepa com o show “Através do Tempo”, título do álbum lançado em março deste ano. O músico apresentará o repertório autoral em

Sindmepa Informa – 18.09.2023

Sindmepa Informa – 18.09.2023

PARALISAÇÕES Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades novamente por atraso de pagamento. O último repasse

CFM atualiza termos para publicidade médica

CFM atualiza termos para publicidade médica

Após processo que durou mais de três anos, o Conselho Federal de Medicina atualizou as regras de publicidade médica. Para definir as novas diretrizes foi realizada uma consulta pública, que