sex

abr 19, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

sex

abr 19, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Hospital Bettina faz Campanha de Prevenção e Combate à Surdez

O Hospital Bettina Ferro de Souza (HUBFS), em parceria com a Coclear, aderiu a Campanha Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, comemorado nesta quinta-feira (10). O hospital realiza, das 8h às 17h, triagem e palestras sobre o tema na Unidade de Otorrinolaringologia do Bettina. A campanha visa chamar pacientes novos, que ainda não passaram por avaliação otorrinolaringológica prévia. O alvo principal são as pessoas que apresentam alguma queixa auditiva, seja perda de audição ou zumbido.

Este é o segundo ano que o Bettina Ferro promove a campanha. Em 2015, cerca de 200 pessoas receberam atendimento com queixas de perda auditiva no dia da ação. Segundo a chefa da Unidade de Otorrinolaringologia do Bettina Ferro, a médica Érika Badarane, a campanha nacional objetiva alertar a população sobre perda auditiva e a meta é atingir o maior número de pacientes. “Vamos atuar desde a prevenção, identificando pessoas com perda auditiva, para permitir o adequado tratamento e reabilitação da deficiência, por meio de tratamento clínico, cirurgias, de adaptação de aparelhos auditivos e cirurgia de implante coclear realizadas no HUBFS”, destaca. fachada-bettina-novas-3

Ainda de acordo com a coordenadora, as pessoas que procurarem o hospital, no dia da campanha, serão avaliadas por médicos e fonoaudiólogas, onde será realizada triagem. É importante que apresentem documentos de RG, CPF, comprovante de residência e cartão SUS, se tiverem.“Aquelas pessoas com suspeita ou alto risco de apresentarem problema auditivo serão submetidos a exames complementares. Os pacientes que necessitarem de tratamento serão cadastrados no hospital para acompanhamento. O atendimento ser por demanda espontânea, mas o alvo principal são as pessoas que apresentam alguma queixa auditiva, seja perda de audição ou zumbido”, esclarece Érika Badarane.

Atendimento – Em 2016, até agosto, do total de 267 mil procedimentos realizados no HUBFS, 51 mil (19%) foram em Otorrinolaringologia, entre eles estão consultas, exames e cirurgias. Dentre os procedimentos nesta área, o Bettina se destaca no implante coclear, pois é o único hospital público do Norte do Brasil a realizar o procedimento, conhecido popularmente como “ouvido biônico”. Desde outubro de 2010, mais de 90 pacientes realizaram o implante coclear.

Implante – O implante coclear é um aparelho colocado cirurgicamente que faz a função das células ciliadas lesadas do ouvido interno e restaura – ou cria – a capacidade de captar e compreender o som, o qual é encaminhado diretamente ao nervo auditivo, através de estímulos elétricos que chega ao cérebro, possibilitando uma percepção sonora clara, inclusive da fala.

Dados – Cerca de 400 milhões de pessoas no mundo apresentavam algum tipo de perda auditiva, com quase de 38% delas com mais de 65 anos e 8% sendo crianças e adolescentes, com até 15 anos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2014. Quando o foco é o Brasil aponta-se que o número de brasileiros que possuem algum tipo de deficiência auditiva chegue a 10 milhões, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e a cada mil recém-nascidos, três já nascem com perda auditiva. No Norte do país pelo menos  0,8 % da população tem deficiência auditiva.

Endereço – O HUBFS fica no Campus IV da UFPA, rua Augusto Corrêa, nº 1, bairro Guamá, com acesso também pela avenida Perimetral, portão IV da UFPA, Terra Firme.  Mais informações pelo telefone: (91) 3201-7819.

 

Fonte: Ascom do Complexo Hospitalar da UFPA.

Veja mais
Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

José Maria Bezerra volta à Quarta Musical do Sindmepa com o show “Através do Tempo”, título do álbum lançado em março deste ano. O músico apresentará o repertório autoral em

Sindmepa Informa – 18.09.2023

Sindmepa Informa – 18.09.2023

PARALISAÇÕES Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades novamente por atraso de pagamento. O último repasse

CFM atualiza termos para publicidade médica

CFM atualiza termos para publicidade médica

Após processo que durou mais de três anos, o Conselho Federal de Medicina atualizou as regras de publicidade médica. Para definir as novas diretrizes foi realizada uma consulta pública, que