sex

jun 14, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

sex

jun 14, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Sindmepa cobra soluções para problemas na área da saúde do município

Em reunião realizada na terça-feira, 12, com o titular da Sesma, uma série de problemas que estão acontecendo nas unidades de saúde e hospitais administrados pelo município de Belém foram apresentados por diretores do Sindmepa. Os atrasos nos pagamentos, a falta de materiais básicos e o funcionamento do PSM do Guamá e das Upas estiveram entre os temas em discussão. O secretário de saúde, Sérgio Figueiredo, garantiu que até julho as Upas do Jurunas e da Marambaia serão finalmente entregues.

Sobre os atrasos nos pagamentos de plantões médicos registrados desde novembro, o secretário informou que aconteceram em função de problemas orçamentários do final do ano, mas que já estão sendo regularizados. Os plantões de novembro e dezembro foram pagos em janeiro e os de janeiro, estão sendo pagos neste mês de fevereiro.

Equipe da Sesma com membros da diretoria colegiada do Sindmepa e o médico Roberto Ataíde, que também compôs o grupo.

Outro assunto apontado pelo diretor Wilson Machado foram as constantes denúncias de falta de insumos no PSM da 14, entre eles produtos como álcool, esparadrapo, algodão e luvas. Sobre isso, Sérgio Figueiredo disse que a empresa que venceu a licitação para entrega desse tipo de material, não cumpriu o contratado com o município, obrigando a Prefeitura a fazer uma compra emergencial para suprir a falta dos produtos licitados. Segundo ele, a empresa será punida ficando suspensa por dois anos de participar de licitações no município.

Por fim, para melhorar o atendimento de saúde no município, o secretário garantiu que as Upas do Jurunas e da Marambaia serão entregues até julho deste ano e que 100% do recurso para seu funcionamento já está disponível nas contas da prefeitura. O secretário disse ainda que até o dia 11 de março o bloco cirúrgico do hospital Samaritano estará instalado para atender demandas do hospital do Guamá, que também está em fase de reforma, e a promessa é de que a obra esteja concluída até final do ano.

Além de Wilson Machado, participou da audiência pelo Sindmepa, o diretor Erivaldo Pereira. O médico Roberto Ataíde também relatou problemas de relacionamento na ESF da Sacramenta e ouviu do secretário que será aberta uma sindicância para apurar os fatos. Pela Sesma, participaram além do secretário, Leonardo Lobato, diretor de urgência e emergência; Cídia Ribeiro, diretora jurídica; e Alessandra Silva, diretora geral.

 

Veja mais

Mais populares: