WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 14.04.2019

0

DIRETORIA

A diretoria do Sindmepa esteve representada pelo diretor Waldir Cardoso, nesta semana, na reunião da CAP (Comissão de Assuntos Políticos) no Congresso Nacional, em Brasília, visitando deputados e senadores para discutir projetos de interesse do médico. Nesta última reunião foi acolhido o projeto de lei do deputado sr. Jaziel Pereira, que fixa o piso salarial nacional dos médicos em R$ 14.134,58, com carga horária de 20 horas semanais.

DIRETORIA II          

O diretor do Sindmepa Wilson Machado e a diretora Verônica Costa estiveram presentes na reunião do conselho deliberativo da Federação Médica Brasileira (FMB), no Rio de Janeiro, nesta última semana. Prestação de contas, estratégias de ação de interesse do médico, os rumos da saúde no Brasil e mercado de trabalho para o médico pós reforma trabalhista foram temas em pauta na reunião.

VACINAÇÃO

Com a meta de imunizar 90% do público, a campanha de vacinação contra a gripe deste ano teve início na última quarta-feira (10). Inicialmente a campanha irá imunizar pessoas com maior vulnerabilidade como crianças, grávidas e puérperas. A partir do dia 22 de abril a vacinação será estendida aos demais grupos prioritários, definidos pela OMS, e seguirá até o dia 31 de maio. É importante ficar atento ao calendário.

CINEMA

O Cineteatro Sindmepa desta semana exibe o filme Ida. O longa conta a história de uma jovem noviça, prestes a se tornar freira, que decide visitar uma tia distante e descobre segredos sobre o seu passado. A partir das descobertas, a jovem decide seguir em uma jornada em busca do autoconhecimento. O Cineteatro Sindmepa acontece toda terça-feira, às 19h, com entrada franca.

NÃO À VIOLÊNCIA

O CFM encaminhou um pedido formal às autoridades brasileiras para tomada de providências urgentes para prevenir e combater violência às quais médicos e demais profissionais de saúde são submetidos em hospitais, prontos-socorros e postos de saúde. Estudo realizado em 2017, indicou que 59,7% dos médicos e 54,7% dos enfermeiros sofreram, por mais de uma vez, situações de violência no trabalho. Os números apontam ainda que sete em cada 10 profissionais da saúde já sofreram alguma agressão cometida por paciente ou pela família dele.

PROCESSO ANULADO

Depois de anos administrando hospitais do estado, para os quais recebeu milhões de reais, a Pró-saúde acaba de ter anulado o processo de contratação para gerir o hospital Abelardo Santos, no Distrito de Icoaraci. O estado avisa que vai abrir um novo processo de licitação, mas desta vez sem a participação da Pró-Saúde que já administra oito hospitais do estado, o que ficou proibido com as novas regras aprovadas pelo governo. O Sindmepa sempre denunciou a falta de transparência das licitações que a Pro Saúde vencia para administrar os hospitais regionais. Não nos surpreendeu o cancelamento da açodada licitação do Abelardo Santos. Novo governo em bom caminho. Transparência administrativa é tudo que queremos e é direito dos cidadãos.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.