WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Presidente da Santa Casa, sobre terceirização: “Nenhum médico será cedido a outro órgão”.

0

Para buscar esclarecimentos sobre o processo de terceirização de setores da Fundação Santa Casa de Misericordia do Pará (FSCMP), diretores do Sindmepa estiveram reunidos na última terça com o presidente da instituição, Bruno Carmona. Ele garantiu que “nenhum servidor efetivo da Fundação será cedido a outro órgão e todos permanecerão trabalhando normalmente sem desvio de função, incluindo os dez médicos concursados do setor de diagnóstico por imagem”.

A reunião foi solicitada pelo Sindmepa porque médicos concursados da Santa Casa estavam preocupados com suas funções diante da publicação de um pregão eletrônico pelo hospital, convocando empresas privadas para assumir os serviços de diagnóstico por imagem, endoscopia e métodos gráficos cardiológicos e dos serviços de diagnóstico laboratoriais de análises clínicas, anatomia, patologia e citopatologia.

Preocupados com a situação, os médicos solicitaram apoio do Sindmepa para obter informações sobre as ações da gestão e sobre como ficaria sua situação, já que muitos trabalham nos setores que foram alvo do edital publicado pelo hospital, como o setor de diagnóstico por imagem. Também pairavam dúvidas sobre a Residência Médica em Radiologia, que funciona no hospital.

Durante a reunião, e por meio de ofício enviado ao sindicato, o presidente da Santa Casa informou que além da manutenção de todos os médicos em seus postos, o programa de Residência Médica em radiologia e diagnóstico por imagem será mantido sem alteração “enquanto for de interesse da Fundação, sob o comando da Coreme/FSCMP e diretoria de Ensino e Pesquisa, devendo todos os envolvidos realizar as suas ações previstas no Regimento Interno”.

Sobre os editais que terceirizam serviços, Carmona disse que ao longo de 2019 a equipe de custo e gestão do hospital realizou estudos que mostraram a necessidade de “otimização” do que fora feito na gestão anterior. Em decorrência disso, alguns contratos não foram renovados após o término da vigência, novos editais foram publicados e a instituição seguirá com os ajustes programados.

Durante a reunião com os diretores Wilson Machado, Emanoel Resque e Wilma Hutin, Bruno Carmona disse que tem interesse em manter um canal de comunicação com o sindicato e se colocou à disposição para fornecer informações tirar dúvidas e questionamentos sempre que a entidade demandar.

Além dos diretores do Sindmepa, participaram da reunião médicos representantes da neonatologia, pediatria, cirurgia pediátrica, ginecologia e obstetrícia, anestesiologia e radiologia.

 

 

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará