WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 21.06.2020

0

ILUSÃO

Não passa de um embuste a Lei Estadual que promete descontos nas mensalidades escolares durante a pandemia. Motivo de comemoração e alívio para acadêmicos de medicina e suas famílias, na hora de requerer o desconto a comunidade acadêmica percebeu que a lei não passava de uma ilusão. Na verdade, a norma só causa o acúmulo dos descontos, que deverão ser quitados integralmente após a pandemia. Ou seja, no final da quarentena, teriam que pagar além das suas mensalidades normais, o suposto desconto concedido aos estabelecimentos de ensino.

SÃO JOÃO

Em ritmo de festa junina, a apresentação da Quarta musical desta semana promete brincadeiras de São João, músicas populares e muita animação com a apresentação “Meus São João” com Zara. A cantora e compositora preparou um repertório especial para a live desta quarta, 24, que será transmitida no seu perfil do Instagram, @zara.arte, às 19h30.

SEM SALÁRIOS

Cerca de 34 médicos que trabalham na linha de frente do combate à Covid 19 no hospital Abelardo Santos estão desde maio sem receber seus salários. São médicos da UTI, da urgência, cirurgiões e anestesistas. Denunciaram ao Sindmepa que a OS Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu, que administra o hospital prometeu, ainda em março, que os pagamentos seriam feitos de 15 em 15 dias, mas a promessa não foi cumprida. Em maio, disseram que pagariam todo quinto dia útil de cada mês, novo golpe. Caso não seja regularizado o pagamento, nosso jurídico tomará as providências cabíveis.

CAOS EM TUCURUÍ

O caos instalou-se no Hospital Regional de Tucuruí com a terceirização dos serviços do hospital para o Instituto Diretrizes. Vinte e quatro médicos concursados da Sespa que atuam no hospital estão com sua situação funcional sob risco. Há denúncias de falta de material para exames hematológicos e até cancelamentos de neurocirurgia de paciente grave por falta de anestésico. Solicitamos audiência à Sespa para discutir o assunto em caráter de urgência.

CONTRATO

Só depende do aval da Sesma a concretização do novo modelo de contrato de trabalho a ser firmado entre a Prefeitura de Belém e médicos que estão trabalhando no combate à pandemia da Covid 19. Na última segunda feira (15) uma reunião presencial entre representantes do Sindmepa e a Sesma apontou para um consenso entre as partes. Entre as alterações defendidas pelo Sindmepa estão a exclusão da cláusula que proíbe os médicos de se recusar a trabalhar sem EPI ou outras condições de trabalho essenciais para o desempenho do trabalho médico; e aplicação de multa recíproca de 10%, suprimidas todas as demais penalidades pecuniárias impostas aos médicos. Estamos aguardando posição da Sesma para dar efeito aos contratos.

SOLIDARIEDADE

O Sindmepa uniu esforços à equipe Acalento, do projeto Solidários da Saúde,  para contribuir com profissionais que estão lidando diretamente com pacientes vítimas da Covid-19, e sob o impacto psicológico da pandemia. A equipe Acalento é formada por psicólogos, psiquiatras, fisioterapeutas, psicanalistas, entre outros, e faz atendimento gratuito a quem precisa conviver diariamente com as perdas causadas pela Covid 19. As consultas pode ser agendas pelo whatsapp: (91) 98320-2543.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará