ter

maio 21, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

ter

maio 21, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Julho é tempo de se prevenir contra as hepatites

Em alusão ao Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, a campanha Julho Amarelo promoverá ações de prevenção e conscientização ao longo de todo este mês. As hepatites virais são classificadas em A, B, C, D, E com diferentes formas de transmissão. A médica infectologista, Helena Brígido, falou sobre as formas de prevenção e contágio da doença.

“O termo hepatite se refere à inflamação do fígado. Essa alteração pode ser causada por doenças infecciosas, câncer, parasitoses, alimentação, álcool e outras. Especificamente, as hepatites virais são causadas por vários tipos de vírus, dentre eles VHA (A), HBsAg (B), VHC (C), VHD (D) e VHE (E)”, explica a médica.

As hepatites A e E têm como principal forma de transmissão água e alimentos contaminados, principalmente, em locais com condições precárias de higiene. Enquanto as hepatites B e C são transmitidas por relação sexual e uso de drogas injetáveis.

A hepatite D, por sua vez, ocorre somente em pessoas que têm hepatite B e por transmissão sanguínea, segundo a médica. Os tipos virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C, mas existem também o D e E, sendo o E mais frequente na África e na Ásia.

É necessário ficar atento aos sintomas, já que em alguns casos a doença pode se manifestar com sintomas parecidos aos de uma virose. Entre os mais comuns estão: febre, fraqueza, mal-estar, dor abdominal, enjoo e náuseas, vômitos, perda de apetite, urina escura e outros. Os sintomas variam de acordo com o vírus, sendo ainda possível que o portador do vírus não apresente indícios.

A especialista alerta que muitas pessoas são portadoras do vírus e não sabem, correndo o risco da doença se tornar mais grave, desenvolvendo cirrose e até câncer.

Quanto ao tratamento, a médica ensina que as hepatites A e E têm a evolução para cura sem precisar fazer qualquer medicação. Já as hepatites B e C são tratadas com medicamentos específicos. Em todos os casos da doença, há necessidade de acompanhamento médico.

Os cuidados de prevenção contra as hepatites são simples, lavar bem as mãos e alimentos antes de ingeri-los, manter banheiros higienizados, não compartilhar agulhas e seringas, e nunca dispensar o uso de preservativo.

Quanto às ações realizadas este mês, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), do Centro de Atenção à Saúde nas Doenças Infecciosas Adquiridas (Casa Dia), das Estratégias Saúde da Família (ESF’s) e das Unidades Municipais de Saúde (UMS’s) farão o diagnóstico das hepatites virais, garantindo, além do diagnóstico, o tratamento da doença. Além de realizar testes rápidos em todas as ESF’s e no CTA para as hepatites B e C.

Veja mais
Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

José Maria Bezerra volta à Quarta Musical do Sindmepa com o show “Através do Tempo”, título do álbum lançado em março deste ano. O músico apresentará o repertório autoral em

Sindmepa Informa – 18.09.2023

Sindmepa Informa – 18.09.2023

PARALISAÇÕES Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades novamente por atraso de pagamento. O último repasse

CFM atualiza termos para publicidade médica

CFM atualiza termos para publicidade médica

Após processo que durou mais de três anos, o Conselho Federal de Medicina atualizou as regras de publicidade médica. Para definir as novas diretrizes foi realizada uma consulta pública, que