WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 30.08.2020

0

REABERTURA
Sobre a autorização da volta às aulas presenciais no estado, o Sindmepa entende que deve ser exigido e controlado com rigor o uso dos equipamentos de proteção individuais e coletivos, para minimizar o risco de nova elevação das estatísticas de pessoas acometidas pela Covid-19. Importante lembrar que indivíduos do grupo de risco, quer por idade, quer por comorbidades, devem manter-se isolados, já que esta enfermidade continuará ao longo deste ano e até que, efetivamente, se tenha uma vacina eficiente e aprovada pela comunidade científica.

CIRANDA
No Hospital Regional de Tucuruí, a MedCorp deixou de prestar serviço para a Amaz Saúde, que presta serviços para a OS Instituto Diretrizes, que foi contratada pela Sespa para dirigir o Regional. Nessa ciranda de cartas, poucos ganham muito e a maioria é explorada, inclusive os médicos. É o desenho da escravidão moderna: poucas garantias e direitos, muito trabalho e pouco dinheiro.

ATRASOS
Médicos que trabalham no Hospital Regional dos Caetés, em Capanema, denunciam atrasos de salários desde julho. O problema é recorrente e eles já haviam denunciado no final de junho que não estavam recebendo salários desde abril. A situação foi regularizada após a denúncia e interferência do Sindmepa, mas a irregularidade se repete, já caminhando para dois meses de atraso novamente. O hospital é terceirizado para a OS Santa Casa de Birigui.

ESCALPELAMENTO
A Comissão Estadual de Combate aos Acidentes com Escalpelamento promoveu nesta semana o webnário Múltiplos olhares sobre o acidente com escalpelamento: diálogos transversais. A conversa resgata as discussões sobre o assunto, discutindo propostas de ações e estratégias para reduzir o número desses acidentes que acontece nos rios da Amazônia, uma chaga que ainda não conseguimos nos livrar. Este ano foram cinco acidentes, com um óbito, lamentavelmente.

VACINAÇÃO
Pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), aponta que um número considerável de crianças deixou de ser vacinada durante a pandemia, a maioria delas por medo da contaminação pelo novo coronavírus. Gestantes também reduziram suas consultas pré-natais atrasando exames e procedimentos fundamentais, afirma a pesquisa que ouviu por formulário online 1.525 médicos de todos os estados brasileiros.

HORÁRIO NORMAL
O Sindmepa retorna ao seu horário normal de atendimento na próxima terça-feira, 1°, no horário comercial das 08h às 18h, de segunda a quinta-feira, e sexta, das 08h às 17h. Será exigido o uso de máscara e a higienização das mãos com álcool em gel aos visitantes.

LIVE
Pedrinho Cavallero é a próxima atração das Quartas Musicais do Sindmepa. O músico apresentará um repertório com canções autorais de MPB e música popular paraense. A live será transmitida na próxima quarta, 02, pelo perfil no Instagram do músico, @pedrinhocavallero_, às 19h30.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará