WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Acidente vascular cerebral (AVC) é a segunda principal causa de morte no Brasil

0

Segundo levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, de janeiro até o dia 16 de outubro, 78.649 pacientes com AVC vieram a óbito. Das informações apuradas pela entidade, 50.201 ocorreram durante os sete primeiros meses da pandemia, o que fez com que os casos se assemelhem com o mesmo período de 2019, quando foram registradas 60.400 ocorrências.

Entre os fatores de risco há aqueles que podem ser controlados para reduzir a vulnerabilidade à doença, como o sedentarismo, o tabagismo e o uso excessivo de álcool. Já a apneia do sono pode aumentar em 3,7% as chances de uma pessoa desenvolver a enfermidade. O levantamento também mostra que grande parte dos óbitos por AVC foram registrados em homens com idade entre 70 e 79 anos e mulheres com idade entre 80 e 89 anos. Em seguida, aparecem homens na faixa de 80 a 89 anos e mulheres de 70 a 79 anos.

Devido às sequelas causadas pela enfermidade, a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares (SBDCV) pontua que cerca de 70% das pessoas acometidas por AVC não conseguem retomar as atividades profissionais, assim como metade dos pacientes perde a autonomia para realizar tarefas diárias. A SBDCV ressalta ainda, que embora o AVC atinja mais frequentemente indivíduos com idade acima de 60 anos, tem crescido entre jovens e pode, inclusive, afetar crianças.

Sintomas
• Fraqueza ou formigamento no rosto, braço ou perna;
• Confusão mental;
• Alterações na fala, compreensão, visão e equilíbrio;
• Dor de cabeça súbita e intensa.

Com informações de Agência Brasil

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará