WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Trabalhadores da saúde têm mais chance de morrer por Covid, aponta pesquisa

0

Trabalhadores da área da saúde e segurança têm 146% e 125% mais chances de vir a óbito por covid-19, comparado a pessoas que desempenham outras atividades. É o que mostra o estudo do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA), realizado em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O levantamento foi feito com base nos dados da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, quando o estado tinha quase 13 mil mortes e mais de 145 mil casos de Covid-19, associada aos dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério da Economia.

O grupo de pesquisadores teve acesso às informações das condições socioeconômicas das vítimas e identificou que fatores como profissão, cor, renda e escolaridade afetam a probabilidade de uma pessoa morrer por coronavírus. Há, ainda, uma diferença geográfica: quem trabalha na região metropolitana tem 141% chances a mais de vir a óbito. Pessoas pretas, pardas e indígenas também apresentaram maior risco.

Segundo o levantamento, trabalhadores que não puderam exercer sua profissão em home office ficaram mais suscetíveis ao vírus. Isso vale para a saúde, segurança e atividades do comércio. Por exemplo, quem trabalha nesta área tem 30% de chance a mais de ser vítima do coronavírus.

Os pesquisadores identificaram ainda, que a adesão às medidas de isolamento social foram fundamentais para evitar complicações causadas pelo vírus. Segundo Fernanda de Negri, coordenadora do Centro de Pesquisa em Ciência, Tecnologia e Sociedade do Ipea, o levantamento ajudará os governos a definir os públicos mais vulneráveis para vacinação.

Com informações de CNN Brasil

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará