WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 03.01.2021

0

SANTARÉM
Médicos de Santarém relatam estar sendo coagidos a se associar à empresa Flores Serviços Médicos, responsável pela gestão da UPA 24 horas. De acordo com as informações, somente os médicos associados à empresa poderão trabalhar na UPA. O Sindmepa orienta aos médicos do município a não se submeter às chantagens e informa a todos que vai notificar o Ministério Público do Trabalho e responsabilizar também o Executivo Municipal pela ação.

VACINA
Seria desnecessário utilizar esse espaço para chamar a atenção para a importância da vacinação para a saúde pública. Mas em tempos de negação da ciência vale dizer que é fundamental que todos se vacinem, não só para se proteger de doenças individualmente, mas também para resguardar a saúde coletiva. Recusar a vacina é colocar toda a comunidade em risco de morte.

QUARTAS SUSPENSAS
O projeto Quartas Musicais, que vinha sendo desenvolvido de forma online desde o início da pandemia da Covid 19, foi suspenso nas festas de final de ano. O coordenador do projeto, professor José Maria Bezerra, se afastará para tocar projetos pessoais e as quartas seguirão no ano que vem. Assim que tivermos o novo coordenador e as novas pautas definidas, vamos informar aos amantes da boa música em nosso site e redes sociais.

DESMENTIDO
Em linha direta com o Sindmepa, o novo titular da Sesma, Maurício Bezerra, desmentiu categoricamente informação que circula pelos corredores dos Prontos Socorros do município, de que seria cancelado o acordo formal feito com a participação do Sindmepa e do Ministério Público do Trabalho, que permite o pagamento de valores de plantão diferenciados para médicos que estão na linha de frente do enfrentamento da Covid 19. Bezerra afirmou que a nova gestão está trabalhando para prorrogar emergencialmente, e legalmente, os contratos temporários de médicos que encerraram em 31.12.

REUNIÃO
E por falar em nova gestão, convidamos o novo secretário para uma reunião da Diretoria e ele informou que já estava em sua agenda procurar o Sindmepa para conversar. Esperamos que o diálogo seja mantido na nova gestão e que o servidor público seja valorizado. Sucesso à nova gestão.

DISPENSA
Deu no blog do jornalista Lúcio Flávio Pinto: A Secretaria de Saúde do Estado contratou a Pró-Saúde para gerenciar, operacionalizar e executar o atendimento dos casos de covid-19 e/ou síndromes respiratórias agudas em regime de 24 horas/dia, no Hospital de Campanha do Hangar, em Belém.

Em caráter emergencial, o contrato, no valor de mais de 12 milhões de reais tem validade de 60 dias. Foi assinado com dispensa de licitação por Ariel Dourado Sampaio Martins de Barros, secretário de saúde em exercício, e publicado em edição extra do Diário Oficial de hoje. A Pró-Saúde já vem se mantendo no governo há mais de 14 anos, em sucessivas e diferentes gestões. E as denúncias de má gestão dos recursos públicos são uma constante. Ainda assim, é contratada sem licitação. Vai entender essa lógica.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará