WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Médicos da Sesma vão discutir atrasos de pagamento em Assembleia geral

0

Médicos da Sesma procuraram o Sindmepa para denunciar o atraso de pagamento de seus honorários, o que vem acontecendo desde o mês de dezembro do ano passado. Para discutir o assunto, que já foi abordado com o secretário de saúde, Maurício Bezerra, em reunião com a diretoria colegiada, o Sindmepa vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária nesta quinta-feira, 25, às 19h.

Os médicos reclamam que recebem seus honorários somente depois do dia 20 do mês subsequente ao trabalhado, quando o ideal é que recebessem no máximo até o quinto dia útil do mês subsequente.

Em reunião da diretoria colegiada realizada no último dia 09, Maurício Bezerra garantiu que o pagamento dos honorários médicos seria regularizado, sendo feito no dia 10 de cada mês e que a Sesma trabalhava para manter os pagamentos no quinto dia útil de cada mês.

Porém, nesta terça-feira, 23, médicos informaram ao Sindmepa que ainda não receberam os pagamentos de dezembro. O Sindmepa decidiu convocar uma Assembleia Geral virtual para discutir o assunto. Os médicos não descartam a possibilidade de paralisar suas atividades, caso o problema não seja resolvido, pois muitos já enfrentam dificuldades em quitar débitos e manter em dia os compromissos familiares.

ABONO

Outro assunto que será discutido na assembleia dos médicos diz respeito ao abono de final de ano, pago pela prefeitura aos médicos que tiram plantões nesse período. Ontem, 23, o Sindmepa recebeu ofício-resposta, enviado pela Secretaria, reconhecendo o atraso no pagamento do abono do ano passado e apresentando justificativas sobre o assunto. Porém,  não informa quando serão efetuados os pagamentos.

O ofício enviado pela Secretaria de Saúde do Município ao Sindmepa, explica o seguinte: a gratificação não foi paga, pois não estava previsto na dotação orçamentária referente ao pagamento, ou seja, até 31 de dezembro de 2020. Porém já foram tomadas medidas administrativas, a fim de liberar o orçamento para os pagamentos. O ofício relata ainda que a manutenção ou suspensão do abono, pelo governo municipal, será pautado pelas instâncias competentes em momento oportuno.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará