dom

jun 16, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

dom

jun 16, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Dia Mundial da Água chama atenção para a importância da preservação

Segundo relatório divulgado nesta segunda-feira, 22, pelo Instituto Trata Brasil 21,7 milhões brasileiros não têm acesso à coleta de esgoto nas 100 maiores cidades do país e 5,5 milhões, não têm acesso à água potável. Hoje comemora-se o Dia Mundial da Água, que tem como objetivo alertar a população sobre os impactos da ação humana na natureza e sobretudo na importância da preservação. Com isso, especialistas alertam que para se ter uma população saudável é preciso fornecer acesso ao saneamento básico.

De acordo com o “Ranking do Saneamento”, o Brasil não trata metade do esgoto que gera e joga na natureza o equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas de detritos sem tratamento diariamente. Entre os anos de 2012 e 2019, a população com acesso à rede de água no país aumentou de 82,7% para 83,7%, assim como nas 100 maiores cidades que passaram de 93,45% com acesso para 93,51%. Já em relação à população com rede de esgoto, o percentual foi de 48,3% para 54,1% no período.

Três cidades do Pará estão entre as “10 piores cidades em saneamento básico” segundo o Ranking, Ananindeua (3°); Belém (5°) e Santarém (6°). É importante ressaltar que preservar as nascentes é fundamental para garantir água de qualidade às gerações futuras e evitar que sofram com o racionamento de água, como já ocorre em alguns estados brasileiros.

Outras práticas também ajudam a preservar os recursos hídricos, como o combate à poluição e ao desmatamento, a diminuição da emissão de monóxido de carbono, que ocorre na queima carvão ou outros materiais ricos em carbono, a coleta seletiva de lixo, assim como evitar o desperdício de água e praticar o reaproveitamento deste bem essencial para a vida.

Com informações de G1

Veja mais

Mais populares: