WhatsApp: (91) 8895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 28.02.2021

0
AGE
Em Assembleia Geral realizada na última quinta-feira, 25, médicos da Sesma decidiram aguardar posicionamento da Secretaria sobre os pagamentos atrasados dos plantões realizados no mês de dezembro e o abono de final de ano, pactuado com a Sesma. O Sindmepa recebeu ofício da Sesma sinalizando a intenção de pagar o abono herdado da gestão passada e o próprio secretário de saúde em reunião da diretoria colegiada comprometeu-se a rever e atualizar datas de pagamento de plantões. Lembrando que a dívida da Prefeitura com os médicos é impessoal, cabendo a responsabilidade em honrá-la ao gestor em exercício.
PERDAS
O falecimento do dra. Fátima Ramos de Oliveira Martins, vitimada pela Covid 19, elevou para 65 o número de médicos do Pará já mortos pela pandemia do novo coronavírus. É fundamental que o processo da vacinação seja agilizado no estado no Pará, que aparece hoje como o último estado em índice de vacinação no ranking nacional, com apenas 1,49% até a última quinta-feira. Vale o questionamento: porque a discriminação com o Pará?
REVALIDA
O Sindmepa enviou ofício à UFPa solicitando resposta ao pedido feito em reunião com o reitor Emmanuel Zagury Tourinho, em setembro do ano passado, sobre a possibilidade de realização do processo de Revalida pela instituição. O ofício ressalta apelo feito pela Associação de Médicos Estrangeiros do Pará, que comunicou a existência de 500 médicos com necessidade de revalidação de diploma de medicina em território paraense. Na ocasião, o reitor informou que a UFPA iria analisar a possibilidade de realização do Revalida neste ano de 2021, mas passados cinco meses, não obtivemos resposta.
SANTARÉM
Em Santarém, dados epidemiológicos divulgados pela prefeitura municipal estão sendo questionados pelo Sindmepa e por outras entidades da sociedade civil organizada. O número de mortes provocadas pela covid 19 ainda é muito alto e as entidades questionam os parâmetros que levaram a prefeitura a retirar o município do Lockdown.  O número de óbitos oficiais já ultrapassou a 100 casos no mês de fevereiro. Em documento enviado ao MP de Santarém, as entidades questionam a metodologia de análise usada pela Secretaria Municipal de Saúde, bem como os “laudos técnicos” que embasam decisões dos gestores.
FEVEREIRO ROXO
No mês de fevereiro são celebradas as campanhas de conscientização e sensibilização sobre as doenças autoimunes como Alzheimer, lúpus e fibromialgia. Por se tratar de doenças ainda sem cura, o diagnóstico precoce e o tratamento são fundamentais para lidar com as doenças e possibilitar conforto e esperança aos pacientes. Por isso, a prevenção é fundamental. Assim, em casos suspeitos e sintomas como fala descoordenada, confusão mental, alteração no sono, humor e falta de memória, procure o médico.
DOENÇAS RARAS
Outra campanha em andamento, e que merece destaque, é a que chama a atenção para os cuidados com as doenças raras. Aproximadamente 13 milhões de brasileiros são acometidos por doenças raras. A campanha deste ano tem como tema “Raros na Pandemia”, visando chamar atenção para a falta de políticas públicas para as pessoas portadoras dessas doenças.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará