WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 11.04.2021

0

ANTECIPAÇÃO

Acadêmicos de medicina que cursam o último ano nas universidades do estado estão novamente pleiteando a antecipação da formatura. Manifestamos apoio aos acadêmicos no processo e que sejam encontradas soluções pertinentes pelas instituições de ensino superior, observando as diretrizes curriculares estabelecidas pelo MEC.

CARTA

Esta semana o Sindmepa publicou a Carta Aberta aos Vereadores explicando os riscos à saúde da população da contratação de médicos sem diploma revalidado no Brasil. Vereadores de Belém discutiram a possibilidade de aprovar requerimento solicitando à Prefeitura Municipal contratar, em caráter emergencial, médicos sem o registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM) para atuar em Belém no atendimento de pacientes acometidos pela COVID-19. O requerimento acabou não indo ao plenário para apreciação. Antes, assim.

QUARTAS MUSICAIS

As Quartas Músicas retornam sob nova curadoria. A partir de agora, o projeto será coordenado pela violonista e compositora Camila Alves, que já se apresentou no projeto no ano passado. A agenda musical volta a ser quinzenal, mantendo o formato de transmissão ao vivo nas redes sociais devido à pandemia. O músico a dar início à agenda de shows será o cantor e compositor Afonso Cappelo. A apresentação desta quarta, 14, tem início às 19h, com abertura no Instagram @Sindmepa e show no @afonsocappelo_oficial.

ABELARDO SANTOS

Médicos do Hospital Regional Abelardo Santos denunciaram ao Sindmepa que a OS Santa Casa de Pacaembu saiu da gerência do hospital no último dia 10.03 com a promessa de que pagaria o mês de fevereiro e os 10 dias de março, porém até o momento não foram realizados os pagamentos, mesmo com o aumento da demanda dos casos de covid e, consequentemente, os esforços de trabalho. É inadmissível que médicos e funcionários que atuam na linha de frente do combate à covid-19 tenham que lidar com esses constrangimentos.

EXONERADO

Chegou ao conhecimento do Sindmepa que um médico, prestador de serviço de Ananindeua, atuou na unidade de saúde do Paar como neurologista e não recebeu seus honorários. Ao questionar as razões para a falta de pagamento, ficou sabendo que tinha sido exonerado. Só não lembraram de avisar o médico, que ainda trabalhou um mês inteiro sem receber. Um desrespeito. Vamos questionar a Prefeitura.

REVALIDA

Médicos paraenses, vamos dizer Não aos projetos de lei 881/2021 e 3252/2020, que permitem que portadores de diplomas de medicina obtidos no exterior exerçam a medicina no Brasil sem passar pela prova do Revalida. O CFM disponibilizou um link para envio de mensagens aos deputados federais do Pará dizendo NÃO aos projetos. Vá no endereço  https://sistemas.cfm.org.br/mobiizacaoparlamentar/ e envie email automático rejeitando as matérias. A saúde do povo brasileiro agradece.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará