WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 19.09.2021

0

SEMANA
Um paralelo entre a Gripe Espanhola (1918-1920) e a pandemia do novo coronavírus, dará o tom da palestra do médico e escritor José Maria de Castro Abreu Junior, que fará parte da programação da Semana do Médico do Sindmepa, no mês de outubro. Abreu Junior escreveu o livro O Vírus e a Cidade, onde mostra os efeitos da doença na cidade. Também como parte da Semana haverá show do violonista Sebastião Tapajós (18.10), reabertura do Cine Sindmepa (19.10); e a Quarta Musical especial (20.10). Este ano também marcará a posse da nova diretoria, eleita para o triênio 2021-2024.

INSUMOS
Médicos denunciaram ao Sindmepa a falta de insumos na Santa Casa de Misericórdia. O hospital não tem EPIs básicos como luvas e gorros; clorexidina, sendo até utilizado álcool 70 para asséptica e antisepsia das pacientes, sem medicações básicas, como buscopan, sulfato de magnésio e paracetamol. Situação lamentável que coloca pacientes e médicos em alto risco de contaminação. Com a palavra, a Santa Casa.

CALAMIDADE
Decreto publicado no Diário Oficial de Belém, prorroga por mais seis meses o Estado de Calamidade Pública no Município, por conta da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O fato é que, sob estado de calamidade, o prefeito pode fazer o que quiser com as finanças públicas, como contratar empresas, pessoas e congelar salários. O que soa suspeito é que em recente live ele divulgou que a situação de pandemia está sob controle em Belém, inclusive sinalizando a realização do carnaval em 2022. Porque, então, seguimos em estado de calamidade? Que outros interesses podem estar por trás desse decreto? A cidade merece uma resposta e nós, médicos, também.

CONSULTAS
O Sindmepa tem observado a crescente demanda de clínicas médicas que oferecem consultas e exames a preços chamados de “populares”. Em uma delas, a consulta com clínico geral é ofertada a 25 reais. É bom que ressaltemos que a remuneração adequada do trabalho médico é fundamental à qualidade do serviço prestado. Além disso, o Código de Ética Médica nos leva a refletir sobre a banalidade da precificação do trabalho médico, além de esbarrar em um importante artigo do código, que trata de tomar o trabalho médico a preços vis ou extorsivos.

DENÚNCIA
Mais denúncias de atrasos de pagamentos na Sesma. Desta vez, médicos afirmam que a Secretaria só pagou metade do valor referente ao período de 16/06-15/07. Para receber a outra metade, os profissionais têm que procurar as unidades de saúde e solicitar o Gdoc (Sistema de Consulta de Documentos da PMB). Do contrário, a Sesma não pagará. O pagamento faltante corresponde ao abono covid e nos leva à suspeita de tratar-se de manobra para suspensão do abono. O Sindmepa espera que os pagamentos se normalizem, sem a exigência do Gdoc, em respeito aos acordos pré-fixados com a categoria.

LIVE
Esta semana o trio Chamote se apresenta em live para o projeto Quartas Musicais. O grupo é formado por Luizinho Lins, banjo amazônico; Silvio Barbosa, flauta; e Charles Matos, bateria. No repertório, carimbó, retumbão, banguê, desfeiteira, camelú e músicas híbridas, com dois ritmos. O show é nesta quarta, 22, às 19h, pelo perfil do trio no Instagram, @triochamote. Não perca!  

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará