WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Saiba quais são as diferenças entre os sintomas de covid-19 e gripe

1

Ainda em meio à pandemia de Covid-19, os casos de gripe vêm aumentando em vários estados brasileiros, incluindo no Pará. Devido à semelhança entre os sintomas é necessário saber diferenciar as doenças, para se evitar a transmissão. De acordo com o Ministério da Saúde, uma pessoa infectada com covid-19 deve, além de procurar atendimento, ficar isolada e fazer quarentena durante 14 dias.

É importante ressaltar que para a avaliação do quadro de saúde do paciente é preciso realizar testes. No caso da covid-19, há os testes de antígeno ou laboratoriais PCR. Além dos distintos tipos de exames para a gripe. Logo, a procura por assistência médica deve ser realizada, tomando todos os cuidados para evitar a transmissão e iniciar o melhor tratamento.

Mesmo com as semelhanças entre os sintomas, há especificidades entre as duas doenças. Na gripe, sintomas como febre, tosse seca, cansaço, dores no corpo, mal-estar e dor de cabeça são comuns. Coriza ou nariz entupido e dor de garganta podem aparecer, mas são menos frequentes.

A gripe pode evoluir ainda para casos graves e até mesmo para a morte. A influenza pode também abrir espaço para infecções secundárias, como aquelas causadas por bactérias.

Na covid-19, febre e tosse seca são sintomas comuns. Já cansaço, dores no corpo, mal-estar e dor de garganta podem surgir. A doença tem ainda outros sintomas que normalmente não são sentidos por quem tem gripe, como perda do olfato e paladar.

A covid-19 também pode avançar para quadros mais graves. Nesses casos, os pacientes podem ter forte falta de ar, pneumonia grave e outros problemas respiratórios que demandem suporte ventilatório ou internação em unidades de terapia intensiva.

Outra diferença entre as doenças é que embora a covid-19 provoque perda de olfato e paladar a gripe costuma deixar o paciente acamado, com dores no corpo e sensação de congestão. Porém, somente um exame laboratorial pode definir o diagnóstico.

Com informações de Agência Brasil

1 comentário

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará