WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Famílias de Belém gastam mais da metade do salário com cesta básica, aponta Dieese

0

Os gastos com a cesta básica para uma família de Belém ocupavam, no final do ano passado, 54,73% do salário mínimo em vigor no estado. Os dados sobre conjuntura econômica atual e seus impactos sobre o mercado de trabalho, emprego e renda dos paraenses foram divulgados na última quarta-feira, 09, em reunião promovida pelo Dieese com representantes de centrais sindicais.

O levantamento traz ainda informações sobre o endividamento das famílias no Brasil. Segundo informações da Confederação Nacional do Comércio, o percentual de famílias endividadas em 2021 foi de 70,9%. Já as famílias com contas em atraso somaram 25,5% e aquelas sem condições de pagar as dívidas em atraso 11%. Estes dados podem estar relacionados aos índices de desemprego no país, pois até o último trimestre de 2021 a evolução do número de desempregados somou 12.405 milhões, segundo o IBGE.

Contudo, o balanço do emprego formal no estado do Pará, em relação a setembro, outubro e novembro de 2020, mostra que a taxa de desemprego no estado caiu de 14,4 para 11,6%, no mesmo período de 2021. Do total de ocupados, eram 55,2% empregados e 36,1% trabalhando por conta própria. Além disso, de janeiro a dezembro de 2021 foram admitidos no mercado formal de trabalho 405.983 mil trabalhadores, contra 334.731 demitidos.

O diretor administrativo do Sindmepa João Gouveia, e também coordenador sindical do Dieese/PA, participou da reunião do órgão. “A reunião foi a primeira do ano com as Centrais Sindicais e os dados apresentados vão subsidiar os sindicatos nas negociações salariais em curso este ano”, frisa Gouveia.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará