WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Dia Mundial do Doador de Sangue celebra atitude que salva vidas

0

No Dia Mundial do Doador de Sangue o Sindmepa agradece aos doadores e convida aqueles que nunca doaram a fortalecer o movimento. A data foi designada em 2005, pela Assembleia Mundial da Saúde, em homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e as diferenças entre os tipos sanguíneos.

O sangue é essencial para tratamentos e intervenções urgentes e pode ajudar pacientes que sofrem de condições com risco de vida, além de apoiar procedimentos médicos e cirúrgicos complexos.

Segundo o Ministério da Saúde, todo sangue doado é separado em: hemácias, plaquetas, plasma e pode beneficiar vários pacientes com apenas uma unidade coletada. Mas o acesso a sangue seguro ainda é um privilégio de poucos.

A maioria dos países de baixa e média renda luta para disponibilizar sangue seguro, porque as doações são baixas e o equipamento para testar o sangue é escasso. Globalmente, 42% do sangue é coletado em países de alta renda, que abrigam apenas 16% da população mundial.

Vale ressaltar que a quantidade de sangue retirada não afeta a saúde do doador, pois a recuperação ocorre imediatamente após a doação. Uma pessoa adulta tem, em média, cinco litros de sangue e em uma doação são coletados no máximo 450 ml.

Campanha

Em Belém, foi realizada uma ação estratégica para incentivar a solidariedade de casais de namorados de todos os gêneros e idades, no último sábado, 11, com o tema “Prove seu amor e salve vidas, doe sangue”.

Segundo o Hemopa, a véspera de Dia dos Namorados trouxe um balanço positivo para a Fundação. O movimento foi intenso na sede da Fundação, em Belém; na Unidade de Coleta Castanheira, em Ananindeua; no Hemocentro Regional Castanhal, nordeste paraense; e no Hemonúcleo Redenção, sudeste do Pará; resultando em 355 coletas de bolsas de sangue que podem salvar mais de 1.400 vidas de pacientes internados na rede hospitalar.

As ações fazem parte da campanha junina “Um ato de amor que salva vidas. Doe sangue”, que começou dia 1º e segue até o dia 30, com o objetivo de reforçar o estoque técnico de sangue da instituição, que está com déficit de 25% para atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar.

Doador

Para ser um doador é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores de 18 precisam estar acompanhados de responsável legal); ter mais de 50 kg; estar bem alimentado (não pode estar de jejum); dormir pelo menos 6h nas 24h anteriores à doação e não ingerir bebida alcoólica 12h antes da doação.

Quem se vacinou contra a Covid-19 pode doar sangue sendo necessário um intervalo de dois dias após cada dose para quem recebeu a vacina Coronavac, e sete dias para quem recebeu as demais vacinas.

O intervalo entre as doações é de dois meses para homens e três meses para mulheres. Seja um doador.

Para mais informações, ligue: 08002808118 de segunda-feira a sexta-feira, de 8h às 18h; e aos sábados, de 8h às 17h.

Com informações de Ministério da Saúde e Agência Pará

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará