WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Semana Mundial do Aleitamento Materno promove educação e apoio

0

Agosto é considerado o mês do aleitamento materno. A data foi instituída pela Lei nº 13.435/2017, que estabelece ainda ações Inter setoriais de conscientização sobre a importância do aleitamento materno. Entre elas está a Semana Mundial do Aleitamento Materno realizada do dia 1° a 7 de agosto. A data é celebrada com temas anuais que abordavam sistemas de saúde, mulheres e trabalho, apoio comunitário, ecologia, economia, ciência, educação e direitos humanos.

A Semana Mundial do Aleitamento Materno deste ano tem como tema: “Fortalecer a amamentação: educando e apoiando”. A temática está associada à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que destacam os vínculos entre amamentação e boa nutrição, segurança alimentar e redução das desigualdades.

O leite materno é perfeito para a nutrição e as necessidades imunológicas das crianças, pois ajuda a prevenir infecções. A amamentação é responsável por promover o vínculo entre mãe e filho e proporcionar segurança alimentar desde o início da vida, contribuindo para a segurança alimentar de toda a família.

A Organização Mundial da Saúde recomenda o aleitamento materno exclusivo nos primeiros 6 meses de vida, seguido de amamentação continuada com alimentos complementares adequados, por até 2 anos ou mais. De acordo com a OMS, o contato pele a pele precoce e ininterrupto melhoram significativamente a sobrevida neonatal e reduzem a morbidade.

É importante que a mãe também observe sua saúde física e mental, dando atenção especial à alimentação, hidratação e descanso durante o período de amamentação. Nesse momento, é essencial que a mãe e o bebê contem com uma rede de apoio engajada, composta por familiares, amigos e instituições, dividindo responsabilidades como tarefas domésticas e cuidados com o recém-nascido.

Banco de Leite

Um importante aliado no aleitamento materno é o Banco de Leite Humano, que oferece apoio para todas as mulheres que estão amamentando. Não é necessário ser doadora para procurar o serviço. Os colaboradores também recebem as mães que necessitam de ajuda ou orientação em questões relacionadas à amamentação.

Porém, caso queira ser uma doadora basta estar saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação. O contato para doação pode ser feito por meio dos telefones: 4009.2311 / 4009.2212 / 4009.0375; do WhatsApp (91) 98899.6326 ou e-mail: projetobombeirosdavida@hotmail.com.

Com informações de Ministério da Saúde

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará