WhatsApp: (91) 8895-3102
Afiliado a:

Magia das Cordas traz clássicos da música brasileira à Quarta Musical

0

Os alunos da Escola Magia das Cordas voltam a se apresentar na Quarta Musical do Sindmepa. Desta vez com canções de grandes nomes da música brasileira, entre eles Caetano Veloso, Tom Jobim, Tadeu Franco, Alceu Valença, Pixinguinha e Jacó do Bandolim. Além das apresentações em grupo, o show contará com solos dos músicos Pedro Imbiriba e Rômulo Assunção. A apresentação tem início às 20h, com entrada franca, no Cineteatro e será transmitida ao vivo no perfil @Sindmepa, no Instagram.

Idealizada pelo violonista, arranjador e compositor Cizinho, a Escola Magia das Cordas vem se destacando no mercado de ensino de música em Belém. Com 19 anos de existência, o projeto oferece o ensino de diversos instrumentos. Entre eles o violão, carro chefe da escola, cavaquinho, teclado, canto, violino, ukulelê e percussão.

Além das aulas em si, a escola promove concertos regularmente, em parceria com diversos espaços da cidade, por acreditar que iniciativas assim fazem parte da formação de seus alunos. Atualmente a Escola conta com quatro grupos musicais, são eles: carimbó, samba, choro e MPB.

Cizinho antecipa que para o show na Quarta Musical do Sindmepa as apresentações serão variadas, com destaque para os alunos de piano, violão e percussão. O professor garante ainda que o público pode esperar alunos entusiasmados.

“A grande maioria dos alunos entra na escola sem saber tocar nada e com o passar do tempo vai adquirindo habilidades. Essas apresentações fazem com que eles demonstrem o que estão estudando e possam retribuir ao professor e para a sociedade os dias estudados. Quem for assistir, com certeza vai se beneficiar com essa empreitada dos alunos em aprender um instrumento”, resume.

Quarta Musical com Escola Magia das Cordas

Entrada franca

Dia: 23 de novembro de 2022

Hora: 20h

Local: Cineteatro do Sindmepa – Rua Boaventura da Silva, n° 999.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará