dom

abr 21, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

dom

abr 21, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Médicos das UPAs Marambaia e Jurunas são demitidos após reivindicarem salários

Médicos das Unidades de Pronto Atendimento do Jurunas e da Marambaia foram demitidos após participarem de movimento de paralisação, previamente comunicado, em reivindicação aos pagamentos atrasados. Mesmo sem receber pelos serviços prestados, os médicos seguiam trabalhando sem estoque de medicamentos e segurança adequada. Os desligamentos ocorreram ontem (27), por meio de comunicado enviado pela Organização Social Gestão Médica Especializada – GME, via WhatsApp, sem aviso prévio.

A última paralisação realizada pelos médicos das UPAS Jurunas e Marambaia foi realizada em janeiro, em reivindicação aos pagamentos de novembro e dezembro. Após o movimento os pagamentos foram realizados de forma fracionada.

Ontem cerca de 18 médicos que aderiram ao movimento foram surpreendidos com o comunicado de desligamentos dos serviços em ambas as unidades, sem esclarecimentos ou previsão de recebimentos pelos plantões realizados em janeiro e fevereiro.

“Não sabemos quando vamos receber o mês de fevereiro, nem de janeiro. Como já é final do mês, dia 1° não tenho onde trabalhar, se tivesse sido avisado antes poderia ir atrás com antecedência”, desabafa um dos profissionais.

Em denúncia, os médicos ainda relataram um episódio prévio de ameaça por parte do gestor da Organização Social InSaúde, responsável pela gestão das Unidades, em visita recente a Belém.

“Ele havia falado que não faria mais parte da empresa dele tal médico do Jurunas que se pronunciou na reunião e falou coisas que ele não gostou. Ele disse que não fazia mais parte, que iria remover. A gente ouviu isso em tom de ameaça para não grevar na Marambaia também. Após essa reunião a Marambaia recuou a entrar em greve”, relembra.

O Sindmepa irá solicitar audiência ao Secretário municipal de saúde de Belém, Pedro Anaisse para pedir providências sobre o ocorrido. Além disso, a assessoria jurídica do Sindmepa está disponível para atender os profissionais prejudicados.

“É assustador e inaceitável que justo no governo do Psol, que se diz guerreiro pelos direitos dos trabalhadores e um guardião da democracia, puna-se com afastamento sumário, seguido de exclusão, os trabalhadores médicos que servem ao SUS, por reivindicarem honorários de plantões atrasados”, concluiu o diretor do Sindmepa, Wilson Machado.

Veja mais
Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

José Maria Bezerra volta à Quarta Musical do Sindmepa com o show “Através do Tempo”, título do álbum lançado em março deste ano. O músico apresentará o repertório autoral em

Sindmepa Informa – 18.09.2023

Sindmepa Informa – 18.09.2023

PARALISAÇÕES Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades novamente por atraso de pagamento. O último repasse

CFM atualiza termos para publicidade médica

CFM atualiza termos para publicidade médica

Após processo que durou mais de três anos, o Conselho Federal de Medicina atualizou as regras de publicidade médica. Para definir as novas diretrizes foi realizada uma consulta pública, que