ter

maio 21, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

ter

maio 21, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

UPAS de Belém voltam a paralisar por falta de pagamento

Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades dentro de 72h, por tempo indeterminado. Os profissionais reivindicam a regularização dos pagamentos. O último repasse foi referente ao mês de maio, pago somente em agosto. Em comunicado enviado ao Sindmepa e à Sesma, os profissionais informam à população que irão restringir os atendimentos aos casos mais graves, classificados em laranja e vermelho.

A última paralisação realizada por médicos plantonistas nas unidades ocorreu há pouco mais de um mês. Na ocasião os médicos cobravam pelos serviços prestados em maio e junho.

De acordo com o documento, desta vez os profissionais manterão as paralisações das atividades até a regularização dos pagamentos pelos plantões realizados no mês de junho. Eles ainda cobram um compromisso legal em assumir um cronograma organizado e justo para o recebimento dos plantões médicos.

A categoria afirma que está aberta a negociação e aguarda posicionamento da Secretaria Municipal Saúde. Os médicos estão dispostos a realizar Assembleia Geral Extraordinária para demais deliberações sobre o movimento de paralisação. O Sindmepa seguirá acompanhando as negociações.

Veja mais
Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

Músico apresenta Através do Tempo na Quarta Musical

José Maria Bezerra volta à Quarta Musical do Sindmepa com o show “Através do Tempo”, título do álbum lançado em março deste ano. O músico apresentará o repertório autoral em

Sindmepa Informa – 18.09.2023

Sindmepa Informa – 18.09.2023

PARALISAÇÕES Médicos das UPAs Marambaia, Jurunas e Terra Firme comunicaram ao Sindmepa na ultima sexta-feira que iriam paralisar os atendimentos nas unidades novamente por atraso de pagamento. O último repasse

CFM atualiza termos para publicidade médica

CFM atualiza termos para publicidade médica

Após processo que durou mais de três anos, o Conselho Federal de Medicina atualizou as regras de publicidade médica. Para definir as novas diretrizes foi realizada uma consulta pública, que