sex

abr 12, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

sex

abr 12, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Palco do Sindmepa recebe a ousadia de José Claudio, um jovem músico de 15 anos

Apaixonado por música clássica, o astro da Quarta Musical desta semana é um jovem talento. José Claudio Almeida de Souza, nascido em Belém, desde pequeno é fascinado por fazer arte, mas se apaixonou pela música de verdade quando ouviu, aos 4 anos, o primeiro movimento da Sonata ao Luar de Ludwig Von Beeethoven.

O nome José Claudio é uma homenagem aos avós. Ambos eram músicos e tocavam violão e, certamente, grandes influenciadores na carreira musical do neto.

Com a família musical, desde cedo José teve contato com violão. Gostava de brincar no violão do falecido avô José Tolosa e tentava entender como o instrumento funcionava. Mas só em meados de 2021 foi que ganhou seu primeiro violão, sendo o pontapé inicial para ingressar na música. Auto didata, começou os estudos sozinho pesquisando na internet movimentos e estilos musicais como bossa nova e jazz.

Passados alguns meses de estudo teve seu primeiro professor, César Gonçalves, que o ensinou a ler partitura e técnicas de violão erudito. Foi a partir dessas aulas que José descobriu o violão clássico e resolveu se dedicar de fato aos estudos da música.

Em 2023 conheceu a escola de música Magia das Cordas, onde amadureceu seus conhecimentos musicais e teve o privilégio de aprender e evoluir ainda mais no violão. O acolhimento da escola e o talento do menino gerou oportunidades muito significativas, como ser convidado para tocar no conceituado Conservatório Carlos Gomes no Salão Ettore Bósio.

É a primeira vez que José vai cantar no cineteatro do Sindmepa levando no repertório clássicos como Carinhoso, de Pixinguinha; Uma valsa e dois amores, de Dilermando Reis; e Estudo Número 1, de Heitor Villa Lobos.

“A música para mim é tudo. Ela literalmente mudou a minha vida, a minha personalidade, a minha pessoa, a forma como enxergo o mundo. Enfim, tudo. Ela também é uma válvula de escape para mim, sempre que me sinto incompleto, procuro a música. Ela sempre me ensinou a pensar, refletir e aprender”, define o jovem músico, sobre a importância da música em sua vida.

“Desde que eu comecei a estudar música, passei a ser uma pessoa mais feliz, não tive mais preocupações e até mesmo as minhas notas na escola melhoraram. Ou seja, a música me fez uma pessoa melhor e sou grato a isso. Por isso, música é tudo para mim”, resume José, que promete um show inesquecível no palco do cineteatro do Sindmepa.

Veja mais
Nota de Repúdio: DELEGADO PRENDE MÉDICO ARBITRARIAMENTE

Nota de Repúdio: DELEGADO PRENDE MÉDICO ARBITRARIAMENTE

A Federação Médica Brasileira (FMB), divulgou nota repudiando a prisão arbitrária de um médico em Terra Santa, na última quarta-feira (10). O profissional foi detido por, supostamente, exercer ilegalmente a

Prisão de médico em Terra Santa foi arbitrária

Prisão de médico em Terra Santa foi arbitrária

O Sindicato dos Médicos do Pará repudia a arbitrária prisão e exposição na mídia de um médico em Terra Santa, na última quarta-feira (10). O profissional foi preso enquanto atendia

Palavra de Médico – Catarata

Palavra de Médico – Catarata

De acordo com pesquisa do Instituto Penido Burnier divulgada em 2023, a catarata foi 18% maior em mulheres. A doença foi responsável por mais de 60 mil internações entre os