qui

maio 23, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

qui

maio 23, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Sindmepa Informa – 15.04.2024

ARBITRARIEDADE

O Sindicato dos Médicos do Pará repudia a arbitrária prisão e exposição na mídia de um médico em Terra Santa, na última quarta-feira (10). O profissional foi preso enquanto atendia como psiquiatra em uma clínica por, supostamente, exercer ilegalmente a medicina. Apesar de não possuir o Registro de Qualificação de Especialista (RQE) em Psiquiatria, o médico não é impedido de atuar na área. De acordo com resolução do CFM, ele apenas não pode fazer propaganda (em redes sociais, por exemplo) como especialista. O Sindmepa já enviou ofício à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (SEGUP) e solicitou uma reunião para tratar dessas questões urgentes, a fim de orientar as ações das autoridades policiais, no interesse de toda a sociedade.

REPÚDIO

A Federação Médica Brasileira (FMB), também emitiu uma nota repudiando a prisão do médico. A Federação reforça que a medida ocorreu de forma arbitrária, equivocada e injusta, visto que o registro regularizado no Conselho Regional de Medicina garante sua atuação profissional em qualquer área médica. Contudo, o total desconhecimento da regulamentação profissional da Medicina se agrava quando é observado o abuso de autoridade policial para interferir no exercício legal da profissão. O caso está sendo acompanhado de perto pela FMB, por meio do departamento Jurídico do Sindmepa, onde o médico vítima dessa arbitrariedade é filiado.

RESPOSTA

Infelizmente a falta de conhecimento sobre os limites do exercício legal da medicina fez muitas pessoas reproduzirem falas errôneas, como ocorreu no perfil oficial do governador Helder Barbalho, na rede social X (antigo Twitter). Em resposta a um internauta, o governador reforçou o erro cometido pela Polícia do Pará ao prender o médico devidamente habilitado no CRM, alegando que a prisão foi feita de acordo com a legislação vigente. Esperamos no mínimo uma retratação ao médico, que teve sua vida exposta de forma equivocada em vários veículos de comunicação, bem como aos familiares e pacientes que tiveram seus prontuários médicos expostos publicamente de forma criminosa e irresponsável.

SEM SEGURANÇA

O Sindmepa recebeu denúncias sobre a falta de segurança na UMS de Outeiro. Segundo informações, a Unidade continua sem segurança no período noturno, já que o período diurno está sem equipe de segurança há mais tempo. Já houve episódios de roubo na garagem da unidade, além de ameaças a equipe que na maioria das vezes, é quase totalmente feminina e com senhoras com mais de 50 anos que são técnicas de enfermagem. As informações dão conta que o atendimento está sendo encerrado às 22h, por iniciativa da equipe e com ciência da gerencia, pois, a área é soturna à noite e os profissionais não se sentem seguros.

OUTEIRO

Além da falta de segurança, a UMS Outeiro continua sem enfermeiro nos plantões diurno e a falta de medicações básicas é recorrente. Segundo as denúncias, na segunda-feira passada, a unidade estava sem Hidrocortisona, Plasil e Atrovent, medicações essenciais em um serviço de pronto atendimento. Além disso, a unidade que possui Eletrocardiógrafo, não conta com eletrodo. A sala de injetáveis está fora dos padrões, as paredes rachadas e com infiltrações, entre outros problemas estruturais. O Sindmepa irá pedir esclarecimentos à Secretaria de Saúde para que os problemas apontados por profissionais e pacientes sejam solucionados o mais breve possível.

EXPRESSO

No mais recente episódio do Expresso Sindmepa, o diretor Wilson Machado conversa com o médico psiquiatra, Mário Machado sobre as causas da ansiedade patológica. O Expresso traz a cada semana um bate-papo relevante com profissionais da medicina. Assista agora mesmo este e outros episódios no canal do Sindmepa no Youtube.

AGENDA CULTURAL

“A tortura do silêncio” é o clássico em exibição nesta terça-feira (16), no Cineclube Sindmepa, às 19h. O filme dirigido por Alfred Hitchcock acompanha um guardião da igreja católica que comete um assassinato e decide confessar tudo ao padre. Já a Quarta Musical recebe o músico, Romulo Assunção, às 20h. O repertório será dedicado a compositores brasileiros, entre eles Villa Lobos, Paulo Nogueira, Sebastião Tapajós, e outros. O show também será transmitido ao vivo no perfil do Instagram @Sindmepa. Esperamos por você no Cineteatro, com entrada franca.

Veja mais
Nota de Pesar – Cid Fialho dos Reis

Nota de Pesar – Cid Fialho dos Reis

O Sindicato dos Médicos do Pará lamenta informar o falecimento do médico Cid Fialho dos Reis, ocorrido nesta quarta-feira (22). Dr Cid atuava como médico em Monte Alegre/Santarém, e foi

Novo Acordo Coletivo de Trabalho da EBSERH já está em vigor

Novo Acordo Coletivo de Trabalho da EBSERH já está em vigor

O Acordo Coletivo de Trabalho da EBSERH 2024/2026, firmado a nível nacional junto à Federação Médica Brasileira e outras entidades de classe, prevê reajuste de salários, auxílio alimentação, assistência odontológica,

Reunião FMB – Reativação do Sindicato do Amapá e evento de Acadêmicos no Pará na pauta

Reunião FMB – Reativação do Sindicato do Amapá e evento de Acadêmicos no Pará na pauta

A 6ª reunião de diretoria da FMB de 2024, que teve a participação de presidentes e dirigentes dos sindicatos de base, teve uma pauta extensa e importante tendo em vista