qua

jun 12, 2024

Afiliado a:

Login

Espaço do Médico

qua

jun 12, 2024

Afiliado a:

Espaço Médio

Núcleo Acadêmico consolida ação social do Sindmepa

Com atendimento médico, psicológico, consultoria jurídica e educação em saúde, a 2° edição do “N.A em Ação” cumpriu sua missão junto à comunidade do bairro do Aurá, em Ananindeua, no último sábado (18). A ação ocorreu em parceria com a Associação dos Recicladores e Recicladoras de Ananindeua e atendeu cerca de 80 pessoas. Essa atividade anual do Sindmepa contou com o patrocínio do Laboratório Paulo Azevedo, W Capital Consultoria, Tatu Ambiental LTDA, Padaria Magalhães e Mônaco Motocenter.

O evento contou com a mobilização dos diretores do Núcleo Acadêmico, Acadêmicos Aspirantes, médicos, advogados e voluntários. Todos os pacientes passaram pela triagem, realizada pela equipe do Laboratório Paulo Azevedo, e logo em seguida assistiram a oficina “Polifarmácia e Intoxicação medicamentosa” promovida por membros da Liga Acadêmica de Farmacologia Baseada em Evidências – LAFBE, institucionalizada pela Universidade do Estado do Pará – UEPA.

“Eu estou muito feliz por fazer parte disso, por estar levando informações para as pessoas que precisam. O que importa é ajudarmos as pessoas e é sempre bom firmar uma parceria com essa finalidade”, frisou Luigi Bergue, discente do 9° semestre de medicina e membro da LAFBE.

Após os primeiros atendimentos, a população foi acolhida por acadêmicos e médicos voluntários. O atendimento foi só elogios por parte da população. “Fui muito bem atendido e poderia ter mais vezes. Deu tudo certo e eu fiquei muito feliz”, disse Raimundo Nonato Miranda, de 73 anos.

A jovem Vitória Gonçalves, técnica em agropecuária, também foi atendida durante a ação e incentivou a continuidade do evento no bairro. “Aqui não tem muita ação social e quando tem as pessoas conseguem tirar dúvidas sobre o que elas têm. Eu fui muito bem atendida e deve ter mais vezes, tem que ser bem incentivado. Essa ação foi muito boa”.

O Núcleo Acadêmico abriu inscrições para que os Acadêmicos Aspirantes do Sindmepa pudessem participar do projeto de extensão. Os discentes de medicina receberam treinamento online e presencial para realizar os atendimentos durante a ação. Felipe José, discente do 6° semestre do curso na Universidade Federal do Pará – UFPA, foi um dos 40 acadêmicos voluntários.

“Além da prática, fora do ambiente acadêmico, acredito que levar saúde para a comunidade é fator importante e motivador. Eu acho muito interessante a gente trazer para fora do ambiente acadêmico o nosso conhecimento, já em prática para a comunidade, que é nosso público alvo após a formação”, resumiu o voluntário.

Os acadêmicos ainda contaram com a supervisão dos médicos voluntários Silvia Brito, Danilo Porfirio e Gabriela Paracampo. A clínica geral, Silvia Brito foi acadêmica aspirante e neste fim de semana retornou ao projeto como voluntária.

“Infelizmente a nossa população é muito carente e eles precisam do atendimento mais humanizado, voltado para uma consulta que se possa fazer uma anamnese completa, que não acontece no dia a dia devido ao tempo. Minha filha comentou da ação e eu disse, se estiverem precisando de médico, estou lá”, ressaltou.

A ação social também disponibilizou consultoria jurídica à população, com a participação dos assessores jurídicos do Sindmepa Sandra Mourão, Leonardo Watanabe e Lígia Neves. Dr Leonardo Watanabe contou que os atendimentos em sua maioria estavam relacionados a dúvidas sobre aposentadoria, direito de família e benefícios sociais.

“Estamos trabalhando com uma comunidade quem tem direitos sonegados. O atendimento jurídico serve para fazer com que as pessoas acabem tendo uma visão de como acessar a justiça, de como ter acesso aos seus direitos”, frisou o advogado.

Para o presidente da Associação dos Recicladores e Recicladoras de Ananindeua, João Amorim de Oliveira, o evento se mantém como um dos mais importantes da Associação. “Talvez essa parceria tenha sido a ação mais importante, pelo seu significado. As pessoas que fazem esse trabalho de reciclagem são justamente aquelas que tem muita necessidade e muitas vezes não tem condições de ir ao médico. Essas pessoas é que estão sendo beneficiadas e isso é de extrema importância para nós. Se depender de nós, a gente vai continuar ajudando no meio ambiente e, ao mesmo tempo, ajudando as pessoas que fazem a coleta dos recicláveis”, reforçou.

A diretora geral do Núcleo Acadêmico, Mariana Quaresma enfatizou a importância dos parceiros para o sucesso do evento.

“Nada disso seria possível sem nossos parceiros. O jurídico do Sindmepa teve um papel fundamental e também tivemos a parceria da Educação em Saúde com a LAFBE. A sensação é de gratidão à ARECICLANANIN e a diretoria do N.A. Sindmepa por mobilizarem esforços para a realização da 2ª Edição do NA em Ação. Pessoalmente, me sinto realizada por termos feito, junto à ARECICLANANIN, essa ação maravilhosa”, concluiu.

Veja mais

Mais populares: