História

Sindicato dos Médicos do Pará:  33 anos de lutas e conquistas

O embrião da organização médica no Pará nasceu no início do século XX. Primoroso trabalho de pesquisa acadêmica elaborado pelos médicos e historiadores Aristóteles Miranda e José Maria Abreu Junior, aponta que a primeira entidade sindical médica do Pará foi o “Syndicato Medico Paraense”, fundado em 23 de outubro de 1931, iniciativa que se seguiu à criação do “Syndicato Medico Brasileiro”, em 1927, no Rio de Janeiro, então Capital Federal, e cujo primeiro presidente foi o paraense Carlos Seidl. Esta entidade sindical desaparece no final dos anos 30.

A Associação Profissional dos Médicos do Pará foi registrada no Ministério do Trabalho em 01 de agosto de 1941. Por força da legislação de 1939, para fundar um Sindicato havia a exigência de existir antes uma Associação profissional. Nada se sabe das atividades da Associação e ela é desativada, mas permanece o registro no Ministério do Trabalho.

Sabe-se que houve uma tentativa de reativação em 1961, mas é em 6 de janeiro de 1979, que a Associação Profissional dos Médicos do Pará é definitivamente reativada por iniciativa dos médicos Waldir Mesquita, Júlio Cruz e Zuza Klautau.

Nasce o Sindicato dos Médicos do Pará

Em 16 de outubro de 1981 é realizada uma assembleia da Associação no auditório do Conselho Regional de Medicina Pará. Na ocasião é aprovada a transformação da Associação em Sindicato, votado seu estatuto social e eleita a primeira diretoria, que foi assim construída: Presidente: Claudio José Dias Klautau; Secretário: José Raimundo da Silva Árias e Tesoureiro: Fernando Maria de Moura Bastos.

Carta Sindical

Por força da legislação vigente havia a necessidade de requerer o reconhecimento de sindicatos junto ao Ministério do Trabalho. O pleito foi encaminhado e em 23 de janeiro de 1985 o Sindicato dos Médicos do Pará recebe sua Carta Sindical e devido enquadramento. No dia 28 de setembro de 1985, no prédio da Delegacia Regional do Trabalho, o médico Waldir Mesquita, toma posse como o primeiro presidente eleito do Sindicato dos Médicos do Pará, com José Antonio Cordero secretário geral e Fernando Maria de Moura Bastos como tesoureiro.

Diretoria Colegiada

A esta primeira diretoria eleita seguiram-se duas outras: De 1989 a 1991, tendo como Presidente Hélio Franco de Macedo Jr; Secretária Geral, Maria Ester Brito Bandeira; e Tesoureiro, Waldir Araújo Cardoso. De 1991 a 1994 o Sindicato dos Médicos do Pará é presidido por Waldir Araújo Cardoso, tendo como Secretária Geral, Rosangela Brandão Monteiro e Tesoureira, Maria Rita de Cássia Costa Monteiro.

O Sindicato vinha se consolidando e havia a necessidade de ampliar os quadros dirigentes. Assim, no final da gestão do médico Waldir Cardoso, presidente, foi instituída a diretoria colegiada, com o objetivo de democratizar a gestão, ampliar a participação e fugir ao centralismo existente no modelo presidencialista hegemônico no Brasil. A partir de 1994, a gestão do Sindmepa passou a se dar por meio de um colegiado puro, constituído por oito integrantes em quatro diretorias: Diretoria de Administração e Organização, Diretoria de Assuntos Trabalhistas e Defesa Profissional, Diretoria de Finanças e Diretoria de Imprensa e Assuntos Sociais.

A luta continua

Ao longo do tempo, o Sindicato dos Médicos do Estado Pará (Sindmepa) consolidou o seu nome como um dos principais aliados na defesa dos direitos dos pacientes e dos médicos do Estado do Pará. Sendo leal à causa da luta pela melhoria do Sistema Único de Saúde, melhores condições de trabalho e remuneração para a categoria. Com a participação em diversos movimentos médicos e lutas sociais, o Sindmepa ampliou o número de médicos sindicalizados e sua representatividade diante da categoria e da opinião pública.

Além disso, o Sindmepa está permanentemente ampliando e qualificando os serviços oferecidos para os médicos associados, tendo como principal setor de ação a defensoria médica. Advogados renomados, com vasta experiência e conquistas na defesa do médico é o carro chefe dos serviços oferecidos pela entidade, hoje instalada em um prédio amplo e confortável, construído com recursos próprios.

Sindicato dos Médicos do Pará, uma história de lutas e conquistas em defesa dos médicos, da medicina e da saúde.